8fd635fd
São Paulo - SP

Capital São Paulo - SP                     
Area (Km²)   248.209.426
Números de Municípios 645
População estimada em 2010 41.252.160

 

 
Agudos 1 - SP Agudos 2 - SP Agudos 3 - SP Agudos 4 - SP

Agudos - SP

Agudos - SP                                        São Paulo - SP                                  
População 34.532
Agudos é um município brasileiro localizado no centro-oeste do estado de São Paulo,

a 330 quilômetros da capital, sendo o acesso pela Rodovia Marechal Rondon. Sua posição geográfica é 47°4'39" de longitude oeste e 22°53'20" de latitude sul.

História

A antiga São Paulo dos Agudos teve sua fundação primitiva com a doação de 33 hectares e 88 hectares de terras , por parte de Faustino Ribeiro o nome primitivo de "São Paulo dos Agudos" foi devido a ser São Paulo o Padroeiro do povoado e achar-se situado na Serra dos Agudos. Essa Serra, que faz parte do sistema da Serra do Mar, conta com alguns morros isolados, tendo seus cumes a forma de tabuleiro.

Com impulso dinâmico, o Coronel Delfino Alexandrino de Oliveira Machado e o Capitão Benedito Otoni de Almeida Cardis, primeiros agricultores da região, conseguiram a criação do Distrito de Paz no já existente Distrito Policial, através da Lei nº.514, de 02 de agôsto de 1897.

Em 27 de junho de 1898, pela Lei nº.543, o Distrito de Paz foi transformado em Município e a 20 de fevereiro de 1899 foi instalada a primeira Câmara Municipal, com o Coronel Joaquim Ferreira Souto para Presidente, e Benedito Otoni de Almeida Cardia para intendente.

A Comarca que originalmente tinha sede em Lençois Paulista ( criada pela Lei nº 25 de 07 de maio de 1877) foi, através da Lei nº.635, de julho de 1899, transferida para São Paulo dos Agudos a qual, pelo mesmo instrumento legal, foi elevada à categoria de Cidade.

Em 1901, pela Lei nº 785 de 15 de julho, a Comarca de Lençois Paulista passou a denominar-se Comarca de Agudos( em 1955 o Município de Lençois Paulista retornou à condição de Comarca, separando-se de Agudos).

A Lei nº 975, de 20 de dezembro de 1905, simplificou o nome para Agudos.

Em 1916, a Lei nº 1.494 estabeleceu novas divisas e transferiu para o Município de Agudos, o Distrito de Paz de Tupã.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Paulo dos Agudos, por lei estadual nº 514, de 02-08-1897, subordinado ao município de Lençóis.

Elevado à categoria de vila com a denominação de São Paulo dos Agudos, por lei estadual n.º 543, de 27-07-1898, desmembrado de Lençóis. Sede na vila de São Paulo dos Agudos. Constituído do distrito sede. Instalado em 20-02-1899.

Pela lei estadual nº 975, de 20-12-1905, o município de São Paulo dos Agudos passou a denominar-se Agudos.

Pela lei estadual nº 1225, de 16-12-1910, o distrito de Piratininga é anexado ao município de Agudos. Desmembrado de município de Bauru.

Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, o município de Agudos se compõe de 2 Distritos: Agudos e Piratininga.

Pela lei estadual nº 1395, de 17-12-1913, desmembra de Agudos o distrito de Piratininga. Elevado à categoria de municí.pio.

Pela lei estadual nº 1494, de 29-12-1915, o distrito de Tupã é anexado ao município de Agudo. Desmembrado do município de Lençois.

Em divisão territorial datada de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Agudos e Tupã.

Pelo decreto nº 6789, de 23-10-1934, são criados os distritos de Santa Cruz da Boa Vista e Bandeirantes anexados ao município de Agudos.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei estadual nº 9 073, de 31 de março de 1938, figura, o referido município, com 4 Distritos: Agudos, Bandeirantes, Santa Cruz da Boa Vista e Tupá.

Pelo decreto estadual nº 9775, de 30-11-1938, desmembra de Agudos o distrito de Tupã. Sob o mesmo decreto acima citado o distrito de Santa Crruz da Boa Vista passou a denominar-se Dona Amélia.

No quadro fixado para vigorar no Período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Agudos, Bandeirantes e Dona Amélia (ex-Santa Cruz da Boa Vista). Pelo decreto-lei estadual nº 14334, de 30-11-1944, o distrito de Dona Amélia passou a denominar-se Domélia e o distrito de Bandeirantes a denominar-se Paulistânia. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Agudos, Domélia (ex Dona Amélia) e Paulistânia (ex Bandeirante). Assim permanecendo em Divisão Territorial datada de 01-VII-1960. Pela lei estadual nº 9330, de 27-12-1995, desmembra do município de Agudos o distrito de Paulistânia. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído de 2 distritos: Agudos e Domélia. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001.

Alteração Toponímica Municipal

São Paulo dos Agudos para Agudos alterado, por força da lei estadual nº 975, de 20 de dezembro de 1905.

Economia

Agudos tem sua economia baseada na agricultura e pecuária, tendo também algumas indústrias de destaque mundial como a Duratex e a Ambev.

A produção agrícola municipal se divide nas culturas de:

    Abacaxi
    Cana de açúcar
    Mandioca
    Milho
    Laranja
    Limão
    Tangerina
    Batata-doce

Destaca-se também a produção de madeira. A indústria Duratex possui extensas reservas no município que são administradas pela Duraflora.

Agudos também possui uma destacada produção pecuária:

    Bovinos (70 mil cabeças)
    Suínos (10 mil cabeças)
    Avícolas (300 mil aves)

Outros produtos:

    Leite 7 mil litros/dia
    Casulo Bicho-da-seda = 80 toneladas

Religião

Seminário Santo Antônio é uma casa de formação de frades, pelo ensino médio, sendo que o 3º Ano do Ensino Médio, corresponde ao aspirantado e pertence à Província da Imaculada Conceição do Brasil.

O município pertence à Diocese de Bauru, tendo como bispo Dom Frei Caetano Ferrari.

Administração

    Prefeito: Ewerton Octaviani (2009/2012)
    Vice-prefeito: Altair Francisco da Silva
    Presidente da câmara: Nelson Assad Ayub (2009/2010)