8fd635fd
São Paulo - SP

Capital São Paulo - SP                     
Area (Km²)   248.209.426
Números de Municípios 645
População estimada em 2010 41.252.160

 

 
Araras 1 - SP Araras 2 - SP Araras 3 - SP Araras 4 - SP

Araras - SP

Araras - SP                                          São Paulo - SP                                  
População 118.898
Araras é um município brasileiro do estado de São Paulo.

Localiza-se a uma latitude 22º21'25" sul e a uma longitude 47º23'03" oeste. Segundo o Censo 2010, sua população era de 118.898 habitantes.

História

Fundação

A fundação da cidade é atribuída aos irmãos Bento de Lacerda Guimarães, barão de Araras, e José Lacerda Guimarães, barão de Arari, originários de Itatiba. As primeiras residências da região surgiram em suas terras por volta de 1862, mas foi a doação de parte da Fazenda São Joaquim (no Município de Limeira) - propriedade que pertence até hoje a seus descendentes, que permitiu a construção da capela que mais tarde se tornaria a Igreja Nossa Senhora do Patrocínio da cidade, em 15 de agosto de 1862. O nome "Araras" foi escolhido em referência ao nome do rio que corta a cidade, e também devido ao grande número dessa ave que havia na região.

De paróquia a município

Com a doação do terreno, em 15 de agosto de 1862, foi lançada a pedra fundamental para a construção da igreja. Embora nessa data já houvesse núcleos habitacionais, foi só em 24 de março de 1871 que a paróquia foi elevada à categoria de vila, graças à lei provincial n.º 29, publicada nesta data. A data é comemorada como o aniversário do município. Só em 1879 o povoado foi considerado cidade e em 1892 foi instalada a comarca.

Progresso

Seguindo tendência da época, a cafeicultura alavancou o desenvolvimento da região, inicialmente baseada na mão de obra escrava. No final do século XIX, a massiva imigração europeia trouxe a Araras uma enorme quantidade de italianos. Antecipando-se à própria Lei Áurea, Araras foi uma das primeiras cidade brasileiras a abolir oficialmente a escravidão, em 8 de abril de 1888.

Logo no início do século XX, a cidade também foi pioneira numa das primeiras comemorações ecológicas do país, a Festa das Árvores, em 7 de junho de 1902. Também foi nessa época que se iniciou a atividade que atualmente ainda movimenta a maior quantidade de divisas na cidade: a monocultura de cana-de-açúcar. Inicialmente, o cultivo era voltado para a produção de açúcar, mas hoje a maior parte das colheitas são destinadas à produção de etanol (álcool combustível).

A instalação da primeira fábrica da Nestlé no Brasil foi em Araras, em 1921, sendo, à época, a segunda maior, menor apenas do que a sede em Vevey, Suíça. Até hoje, a multinacional suíça representa um dos maiores contribuintes para as receitas do município, além de criar muitos empregos.

Com a modernização do país na década de 1950, Araras foi mais uma vez pioneira e inovadora e, após muitos anos figurando apenas como uma pequena cidade do interior de São Paulo, a cidade foi eleita por dois anos consecutivos como o município de maior progresso no Brasil (1954 e 1955).

Hidrografia
Lago Municipal de Araras

    Rio Mojiguaçu
    Ribeirão das Araras
    Ribeirão das Furnas

Meio Ambiente

    Sediou no ano de 1902 a Festa das Árvores, reconhecida como a primeira manifestação em defesa do meio ambiente da América Latina.
    Tratamento de esgoto: 100%

Educação

Em nível superior, Araras possui um campus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Localizado no quilômetro 175 da Rodovia Anhangüera, sediava o antigo Instituto do Açúcar e do Álcool, vindo a ser transformado no segundo campus da UFSCAR em 1991, inaugurando o curso de engenharia agronômica em 1993. Posteriormente, foi inaugurando o curso de biotecnologia em 2006, como parte do programa de expansão de vagas da UFSCAR. Em 2009 quatro novos cursos foram criados, Agroecologia, Física, Química e Ciências Biológicas.

Além deste, Araras possui dois centros universitários: a Fundação Hermínio Ometto (Uniararas) e o Centro Universitário de Araras (UNAR). A Uniararas oferece cursos tecnológicos e de graduação diversificados, como: Biomedicina, odontologia, fisioterapia, psicologia, engenharia, administração, farmácia, biologia, gestão em recursos humanos e gestão ambiental, entre outros. A UNAR, por sua vez, possui cursos nas áreas de direito, administração, letras, pedagogia, geografia, educação artística. entre outros. Por fim, a cidade apresenta a Faculdade Municipal, cujas atividades tiveram início no ano de 2008. Nela, são oferecidos os cursos de gestão e marketing para pequenas e médias empresas, serviço social e ciências contábeis, todos na modalidade EAD (Ensino à distância).