8fd635fd
São Paulo - SP

Capital São Paulo - SP                     
Area (Km²)   248.209.426
Números de Municípios 645
População estimada em 2010 41.252.160

 

 
Avaí 1 - SP Avaí 2 - SP Avaí 3 - SP Avaí 4 - SP

Avaí - SP

Avaí - SP                                              São Paulo - SP                                  
População 4.959
Avaí é um município do estado de São Paulo, no Brasil.

Seus feriados municipais são o de São Sebastião (padroeiro do município), em 20 de janeiro e o aniversário do município, em 2 de dezembro.

História

    Fundação: 2 de dezembro de 1919 (92 anos)

O surgimento da povoação se deu com a chegada da ferrovia Noroeste, logo após a passagem dos engenheiros que constituíam a Comissão de Estudos dos cem primeiros quilômetros, realizado a partir de janeiro de 1905 e chefiada pelo engenheiro João Feleciano da Costa Ferreira, após haver transposto o Rio Batalha e atingido a encosta entre os rios Batalha e Jacutinga.

Foi ali, nesse local, que se colocou a placa quilométrica 48, a partir de Bauru, seu ponto inicial, para se construir, junto a essa mesma placa, a estação que viria a ter o nome Jacutinga.

Com as terras no local onde se edificaria a estação pertenciam à Fazenda Jacutinga, de propriedade do major Gasparino de Quadros e sua mulher, o administrador ou capataz João Baptista Dias, mais conhecido como "João Guari", sugeriu ao proprietário das terras que fizesse a doação de uma área para a formação de um povoado junto à estação.

No dia 2 de dezembro de 1919, depois de incessante trabalho realizado pelo coronel Juvencio Silva e por Domingos Zulian junto à Câmara Estadual, Altino Arantes, presidente do Estado, promulgou a Lei 1 672, criando o município e, em lugar do nome de Jacutinga, foi atribuído o nome de Avaí.

Geografia

Localiza-se a uma latitude 22º08'48" sul e a uma longitude 49º19'59" oeste, estando a uma altitude de 481 metros. Sua população em 2010 era de 4 959 habitantes (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010).

Hidrografia

    Rio Batalha
    Rio Jacutinga
    Rio Batalhinha
    Rio Anhumas

Administração

    Prefeito: Paulo Sergio Rodrigues - PSDB (2009/2012)
    Vice-prefeito: Célio de Jesus Belizario - PSDB (2009/2012)
    Presidente da câmara: Luciano Ioshimasa Ianaguihara - PT (2011/2012)

Economia

Devido à extensão territorial extensa, a agricultura vem se transformando na principal atividade de desenvolvimento do município, destacando as produções de abacaxi, laranja, lichia, melancia, pimentões, seringueiras, cana-de-açucar, pinus e eucaliptos. Vale destacar a pujança dos pecuaristas do município, com modernas fazendas aliadas à tecnologia e treinamento na capacitação dos profissionais para atender exigências do mercado internacional, os pecuaristas estão adotando o método de rastreamento de carne destinada à exportação. O método já usado em países europeus consiste em um chip, que permite ao consumidor conhecer a origem do gado. Os trabalhos feitos com penas e plumas de pássaros constituem a arte plumária indígena. Alguns índios realizam trabalhos em madeira e de cerâmica.

Lichia - Litchi chinensis

Originária da China, onde é considerada a fruta nacional, a lichieira é uma árvore subtropical com até doze metros de altura e de grande longevidade. A Fazenda São José, localizada na Rodovia Marechal Rondon (SP 300), km 379, no município de Avaí, no estado de São Paulo, foi a pioneira em plantação da lichia comercial no Brasil. Após a forte geada no cafezal no ano de 1975, os 100 000 pés de café da propriedade de Bodo Niewerth tiveram a sua lavoura comprometida. A chamada "geada negra", de 17 de julho de 1975, "torrou" os pés de café das folhas até a raiz, sem chance de recuperação. O interior do Paraná (48% da produção nacional na época) amanheceu, literalmente, coberto por uma mancha negra. Tudo o que era verde morreu. Devastou todos os cafezais principalmente da região de Maringá e Londrina. Os estados mais afetados foram: São Paulo (interior), Paraná e sul de Mato Grosso, com profundos reflexos no mercado nacional e internacional.

Foi uma decisão radical, na época, a de Niewerth de diversificar as culturas na propriedade. Foi iniciado o plantio de mais de 5 000 pés de lichia, das variedades Bengal e Americana. Houve muitos comentários na região da desconhecida fruta e do investimento para um mercado inexistente na década de 1970. Após cinco anos da plantação, foi feita a primeira colheita da lichia, com uma produção estimada em trinta toneladas. A maior dificuldade em sua comercialização era o desconhecimento dos consumidores, tendo em vista ser um produto perecível. O mercado consumidor era predominantemente na colônia chinesa (grande São Paulo), que conheciam a fruta. Com o passar do tempo, a fruta foi se tornando mais conhecida e, hoje, é de grande aceitação no mercado nacional. O estado de São Paulo é o maior produtor de lichia do país, com cerca de 840 hectares plantados e sendo responsável por 68% da produção nacional.

Cultura

O Museu Municipal Francisco Pitta, localizado na Rua Coronel Juvencio Silva, 478, no Centro, conta com um grande acervo histórico com fotos, textos, dados que marcaram a história da formação da cidade e da região. Vale ressaltar que o Museu preserva a memória da extinta Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (NOB), com acervo de relíquias do tempo áureo da ferrovia. Maiores informações pelo telefone: (14) 3287-1183.

Turismo

O município possui quatro aldeias indígenas (Kopenoti, Nimuendaju, Ekeruá e Tereguá), numa área de 1 060 alqueires denominado de Terra Indígena Araribá (as aldeias estão aproximadamente a quinze km do município). As suas principais etnias são a Guarani e a Terena. Os trabalhos feitos com penas e plumas de pássaros constituem a arte plumária indígena. Alguns índios realizam trabalhos em madeira e de cerâmica. A atual população na Terra Indígena Araribá é superior a quinhentos índios (Fundação Nacional de Saúde - Polo de Bauru).

Religião

O município pertence à Diocese de Bauru, tendo como bispo Dom Frei Caetano Ferrari. No dia 20 de janeiro, ocorre feriado municipal em comemoração ao padroeiro da cidade, São Sebastião.