Florianópolis - SC
Florianópolis - SC

Capital Florianópolis - SC                             
Area (Km²)   95 346,181
Números de Municípios 293
População estimada em 2010       6,248,436

 

 
Araranguá 1 - SC Araranguá 2 - SC Araranguá 3 - SC Araranguá 4 - SC

Araranguá - SC

Araranguá - SC                                          Santa Catarina - SC                                  
População 61.339
Araranguá é um município brasileiro litorâneo do extremo sul do estado de Santa Catarina.

Desmembrado de Laguna, foi elevado à categoria de município em 3 de abril de 1880, cuja instalação se deu em fevereiro de 1883.

Localiza-se a uma latitude 28º56'05" sul e a uma longitude 49º29'09" oeste, estando a uma altitude de 13 metros. Possui uma área de 298,42 km² e sua população estimada em 2004 era de 60 076 habitantes. É uma das cidades mais prósperas do Sul catarinense.

O município é cortado pelo Rio Araranguá e se divide em duas áreas distintas: O Centro e suas proximidades, próximo a BR-101, com largas avenidas e comércio intenso, e o litoral, dotado de natureza privilegiada, o que faz a cidade ser conhecida por suas belezas naturais.

O principal cartão-postal da cidade é o balneário de Morro dos Conventos, distante 10 km do Centro, com praia, dunas, furnas e a foz do Rio Araranguá. A cidade também é privilegiada pela presença de lagoas bem estruturadas para banho e a prática de camping.

História

Desde o início, a região onde se formaria a cidade de Araranguá chamava a atenção dos que passavam por ela. A região de Serra Geral e seu litoral de mar aberto serviam de referência para os viajantes de destinos variados. Em meados do século XVIII, enquanto os índios habitavam as florestas da região, nestas terras, eram estabelecidos caminhos de tropeiros, formando um grande triângulo de passagem de tropas entre Viamão, Araranguá e Lages, percorrido pelos viajantes que ajudaram na formação da população pioneira da região.

A base cultural foi constituída inicialmente pelos imigrantes e descendentes das etnias açoriana, italiana, alemã e, em menor proporção, a afro-negra. Após as emancipações dos distritos que compunham a região, que geraram dezoito municípios, a cultura que predominou foi a de base açoriana, sendo preservados aspectos das outras etnias e propiciando uma significativa diversidade que forma o patrimônio cultural de Araranguá.

Araranguá é conhecida como Cidade das Avenidas pelo seu traçado urbanístico de amplas ruas e avenidas estabelecido no século XIX. O idealizador da planta da cidade, elaborada ainda no século XIX, foi Antônio Lopes de Mesquita, que ficou conhecido na localidade como "Engenheiro Mesquita". Araranguá era destaque por seu movimentado porto e sua gigantesca reserva de carvão, entendendo-se hoje como tal toda a região carbonífera polarizada por Criciúma, então distrito de Araranguá, do qual se emancipou em 1925.

Atualmente o município possui ampla rede de ensino público estadual, municipal e particular e além de Campus Universitário. Na área da saúde, o Hospital Regional de Araranguá é o maior hospital público do sul do estado. Há ainda a unidade de saúde do Hospital Bom Pastor e diversas outras espalhadas pelos bairros. A segurança pública conta com dois distritos policiais e a Delegacia da Mulher e do Menor, possui ainda o Batalhão da Polícia Militar e uma Guarnição do Corpo de Bombeiros.

Antes visitado por tropeiros e viajantes, o município agora recebe os muitos turistas, brasileiros e estrangeiros, que vêm contemplar toda a sua beleza natural, que caracteriza a cidade.

Turismo

O principal destino turistico da cidade é o balneário de Morro dos Conventos. A cidade possui um importante penhasco localizado nessa região. Ele é encimado por um farol da Marinha e um mirante e atrai grande quantidade de turistas para visitação e prática de vários esportes. Abaixo dele se encontra as famosas dunas que são conhecidas pelo divetimento e lazer de crianças e adultos e as belas praias araranguaenses.

A barragem entre entre o Rio Araranguá, que vem desde o centro da cidade até a comunidade de ilhas, e o Oceano Atlântico, é conhecida em todo o Vale e atrai muitos turistas. A comunidade de Ilhas é conhecida pelas riquezas naturais exibidas logo na sua chegada e pelo valorizado artesanado feito por moradores da localidade. Esse ponto é um dos pricipais alvos dos pescadores e turistas que desejam apreciar as maiores riquezas que a cidade tem a oferecer.

A cidade também possui lagoas muito bem estruturadas para banho e a prática de camping. As lagoas araranguaenses são uma boa opção para quem busca descanso e tranquilidade. Na lagoa da Serra, com 9 km² de águas mornas e azuis, é possível encontrar lebres, quero-queros, marrecos, garças e inúmeras variedades de peixes. Além dessa, o município conta ainda com as lagoas dos Bichos, do Cortado, Dourada, Mãe Luzia e do Caverá, compondo um sistema ecológico de rara beleza.

Araranguaenses Famosos

Gilberto Martinho, nascido na localidade de Ilhas, foi ator de cinema e TV no Rio de Janeiro, para onde partiu jovem. Trabalhou por largo período de tempo na TV Globo, na qual atuou em várias telenovelas entre às décadas de 50 e 70, além disso, participou de vários filmes e peças teatrais brasileiras. Destacou-se na TV na década de 50 com o personagem de grande sucesso, "Falcão Negro em Perigo". O ator faleceu dia 19 de agosto de 2001 na cidade de Barra de São João.

Esporte

No futebol Araranguá teve quatro clubes profissionais, em épocas distintas, na ordem cronológica:

    Associação Atlética Barriga Verde de Araranguá (AABVA) (anos 1940);
    "Grêmio Esportivo Araranguaense" (GEA) (anos 1950 e 1960);
    "Grêmio Fronteira" (anos 1970);
    "Araranguá Esporte Clube" (AEC) (anos 1980).