Porto Alegre - RS
Porto Alegre - RS

Capital Porto Alegre - RS                               
Area (Km²)   281 748,538
Números de Municípios 496
População estimada em 2010        10 914 128

 

 
Balneário Pinhal 1 - RS Balneário Pinhal 2 - RS Balneário Pinhal 3 - RS Balneário Pinhal 4 - RS

Balneário Pinhal - RS

Balneário Pinhal - RS                                      Rio Grande do Sul - RS                                  
População 10.855
Balneário Pinhal é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História

Em 1767, foi doado pela Coroa de Portugal a Sesmaria de Cidreira para o almoxarife-mor Manoel Pereira Franco. Era composta por fazendas: Cidreira, Rondinha, Roça Velha, Ponta do Mato e Porteira.

De 1808 a 1811, Balneário Pinhal pertenceu ao município de Santo Antônio da Patrulha. Mais tarde integrou a Vila da Nossa Senhora da Conceição do Arroio, hoje Osório. No ano de 1818 a área territorial foi dividida pelo senhor juiz José Ferreira Saraiva entre seus filhos em Fazenda Rondinha, Fazenda do Pinhal (essa denominação se deu devido a existência de uma extensão de área de pinus plantadas) e Fazenda Cerquinha. O primeiro lugarejo que se formou em Pinhal ficava a mais ou menos uma légua do mar, a Fazenda Rondinha, e uma légua e meia do mar a Fazenda Pinhal, onde até os dias de hoje existem marcas da propriedade criada na época.

Em 1915, a Fazenda Pinhal, localizada hoje no denominado distrito do Túnel Verde, deu o nome de origem do município, a qual passou a pertencer a Francisco Segura Garcia (senhor Paco), que veio da Espanha para o Brasil em 1900. A então Fazenda do Pinhal assim era denominada por haver três frondosos pés de araucária, resquícios da mata atlântica a cerca de 9 km de onde hoje é a praia do Pinhal; entre 1915 e 1935, esta fazenda era conhecida pela produção de tomates. A partir de 1935, as terras passaram para Fausto Borba Prates, sendo que a faixa costeira passou a ser denominada praia do Pinhal.

Em 1965, a praia do Pinhal figurava no mapa do município de Tramandaí como distrito. Em 1988 passou a ser distrito de Cidreira. Em 22 de outubro de 1995 tornou-se município emancipado formado pela Praia do Pinhal (Sede), Praia do Magistério (Distrito) e Túnel Verde (Distrito), e a localidade do Pontal das Figueiras (mais conhecida como Figueirinhas).

Geografia

Localiza-se a uma latitude 30º14'51" sul e a uma longitude 50º13'58" oeste, estando a uma altitude de 3 metros.

Possui uma área de 113,15 km² e sua população estimada em 2006 era de 10.083 habitantes.

O município pode ser acessado pela RS-040 e pela RS-786. É a praia mais próxima da capital, a 95 km de distância.

Cultura

A banda gaúcha Cidadão Quem dedicou uma música de nome Pinhal ao município, com referência a Praia do Pinhal.

Gastronomia

Na gastronomia, encontra-se sabor e requinte quando se prova o prato típico do município: filé ao molho de mel. A sobremesa oficial é mousse de mel.

O prato típico de Balneário Pinhal foi escolhido durante um concurso para a escolha do prato, foi realizado o concurso na SAPP (Sociedade dos Amigos da Praia de Pinhal)em outubro de 1999, e o vencedor do concurso foi o Restaurante Ilha do Mel do Cheff Gelci Velozo o qual era ecônomo na SAPP e possuia o restaurante no próprio clube, assim como o Filé de Peixe ao Molho de Mel e a sobremesa Mousse de Mel foi criado pelo próprio cheff.

Economia

A apicultura desempenha papel importante na economia local, onde também contribuem o comércio, a construção civil e a pesca.

Turismo

Balneário Pinhal conta com vários atrativos turísticos como as dunas de areia, a Lagoa da Cerquinha, a Lagoa da Rondinha, a Melinha e o Meladinho (monumento na entrada do município), os monumentos de abelhinhas espalhadas pela cidade, a pista de halfpipe, a Vila do Mel e, é claro, as praias do Pinhal, Magistério, Túnel Verde, Figueirinhas, Pinhal Zona Sul e Pinhal Zona Norte.

Eventos

O Balneário Pinhal tem um amplo calendário de eventos, que começa com o “Ferverão”, em janeiro e fevereiro.

Em janeiro tem programações de shows, com bandas para todas as tribos e gostos, e também o Kartmel, que constitui-se em uma corrida de kart na Avenida N. Luiz Zang, em frente a prefeitura.

Em fevereiro tem a Feira do Livro; Campeonato de Canoagem; Circuito Gaúcho de Bodyboarding; Campeonato de Ciclismo e Triathlon; shows e a Festa de Nossa Senhora de Lourdes (padroeira dos veranistas), que realiza-se no dia 11 de fevereiro. Entre fevereiro e março tem o carnaval na SAPP (Sociedade Amigos da Praia do Pinhal) e o carnaval de rua.

Em abril acontece a Chocomel, comercialização de chocolates e brincadeiras, com a Vila do Coelho, os mascotes (Melinha e Meladinho) e as coelhinhas que divertem a criançada.

Em maio ocorre bianualmente a Festimel, com a escolha das soberanas, stands de artesanato local, gastronomia, shows e entretenimento. Tudo para divulgar o mel e seus derivados, que são a principal fonte de renda deste município que adotou o slogan de a "Capital Estadual do Mel". Também em maio acontece anualmente a Festa de Santa Rita, padroeira dos apicultores, que realiza-se na segunda quinzena de maio e tem ainda a Copa União de Futebol de Campo.

No mês de junho, a Festa de Santo Antônio de Pádua, padroeiro do município, que ocorre na primeira quinzena do mês; a volta ciclística do Litoral Norte; a Festa de São João, padroeiro da Figueirinhas, que realiza-se no dia 24 do mês de junho; e a Festa de São Pedro, padroeiro de Magistério, realizada no dia 29 de junho.

No mês de julho, a Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Distrito do Túnel Verde, realizada na segunda quinzena do mês.

Em setembro, a semana da Pátria, a comemoração da Semana Farroupilha, e a comemoração do dia do idoso.

No mês de outubro comemora-se o aniversário do município, com atividades e festividades voltadas para os munícipes do Balneário Pinhal.

Em dezembro, Natal "Mar de Luz", festa voltada para religiosidade e entretenimento para crianças e adultos.