Piauí - PI
Teresina - PI

Capital Teresina - PI                            
Area (Km²)   251 529,186
Números de Municípios 224
População estimada em 2010 3 119 015

 

 
Alagoinha do Piauí 1 - PI Alagoinha do Piauí 2 - PI Alagoinha do Piauí 3 - PI Alagoinha do Piauí 4 - PI

Alagoinha do Piauí - PI

Alagoinha do Piauí - PI                     Piaui - PI                                              
População 7.349
Alagoinha do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí.

Localiza-se na microrregião de Pio IX, mesorregião do Sudeste Piauiense. O município tem 6.496 (estimativa) habitantes (2003). Foi criado em 1986.

História

Alagoinha data do Século XVIII, quando o português João Raimundo chega da Bahia e se instala em Areia Branca. Depois sucessivas famílias foram chegando do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte e foram habitando a região. As famílias que ergueram o município e lhe deram origem foram: Brito, Fialho, Lima e Dias de Medeiros. Outrora povoado do município de Pio IX, foi emancipada por força da Lei Estadual 4.042 promulgada em 9 de abril de 1986 pelo governador Hugo Napoleão.

Aspectos políticos

Sendo Alagoinha povoado de Pio IX e havendo crescido sua população lideranças se organizam em busca de sua emancipação política. Caetano Abel de Carvalho, outrora delegado do povoado e vereador por Pio IX, juntamente com a família Alencar e líderes políticos de Pio IX em união com o deputado estadual Ildefonso Dias somam forças para a emancipação de Alagoinha. Já idoso Caetano Abel de Carvalho cede sua vaga de vereador para seu filho Salomão Caetano de Carvalho que é eleito vereador (PDS) por Pio IX em 1982. Daí então o então vereador se engaja na luta pela emancipação política daquele povoado; que em 1986 se torna município e mediante plebiscito foi escolhido o nome de Alagoinha do Piauí posto que a oposição a Salomão Caetano sugeriu um novo nome para o município (Marianópolis). Em 15 de novembro de 1986 foram realizadas as eleições municipais com a vitória de Salomão Caetano de Carvalho (PDS) e de seu vice Pedro José Neto (PDS). No pleito foram derrotados dois candidatos do PFL (devido a figura da sublegenda, mais de um nome podia ser apresentado): José Enéas de Sousa e Adão das Chagas Brito. Contando com o apoio do PMDB, a coligação elegeu cinco dos sete vereadores sendo que os governantes foram empossados em 31 de dezembro. Em 1988 Braz José Neto é eleito sucessor de Salomão Caetano de Carvalho com cerca de 80% dos votos válidos e o PDS elege todos os vereadores e os suplentes para o quatriênio seguinte. Nas eleições de 1992 Salomão Caetano de Carvalho é eleito novamente prefeito de Alagoinha do Piauí para o terceiro mandato de sua coligação, porém veio a falecer no começo de sua administração e assume o cargo o vice-prefeito Valdemar Jonas da Rocha. Nas eleições de 1996 o município elegeu o primeiro prefeito petista no estado, o médico Manoel do Nascimento Rocha, que é derrotado por Braz Neto nas eleições municipais de 2000. Em 2004 Braz Neto é reeleito numa disputa com Francisco João de Carvalho (PDT). No último ano de sua gestão (2008) o prefeito Braz José Neto foi substituído pelo vice-prefeito João Deolindo de Carvalho. Nas eleições de 2008 o PT volta ao poder ao eleger o médico Clodoaldo de Moura Rocha.