Pernambuco - PE
Recife - PE

Capital Recife - PE                            
Area (Km²)   98 311,616
Números de Municípios 185
População estimada em 2010 8 796 032

 

 
Betânia 1 - PE Betânia 2 - PE Betânia 3 - PE Betânia 4 - PE

Betânia - PE

Betânia - PE                                              Pernambuco - PE                                   
População 12.005
Betânia é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História

Em 1872, as terras onde hoje se localiza o município constituíam a Fazenda Caiçara dos Órfãos, de propriedade de Manoel Pereira. Em 1902, foi construída uma escola de alfabetização, a cargo do professor José Antonio de Souza Guerra. Em 1911, instalou-se a feira livre no local. Estas duas iniciativas induziram o povoamento. Em 1912, o nome da localidade, então Caiçara dos Órfãos, foi trocado para Betânia, por sugestão do Padre José Ribeiro. Pela Lei Estadual 1319, de 13 de junho de 1916, foi elevada à categoria de vila e 4º Distrito de Floresta.

O distrito de Betânia foi criado em 6 de dezembro de 1928, pela Lei Municipal n. 2, subordinado ao município de Custódia. O município foi instalado em Instalado em 19 de março de 1962.

Formação Administrativa:

Distrito criado com a denominação de Betânia, pela lei municipal nº 2, de 06-12-1928, subordinado ao município de Custódia.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito figura no município de Custódia.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Betânia, desmembrado de Custódia. Sede no antigo distrito de Betânia. Constituído do distrito sede. Instalado em 19-03-1962.

Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei municipal nº 32, de 10-06-1965, é criado o distrito de São Caetano do Navio e anexado

ao município de Betânia. Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 2 distritos: Betânia e São Caetano do Navio. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003.

Localização Municipal:

O municipio está localizado na Mesorregião do Sertão Pernambucano, micorregião do Sertão do Moxotó, limitando-se ao Norte com Flores e Calumbi, ao Sul com Floresta, a Leste com Custódia e Floresta e a Oeste com Serra Talhada e Floresta.

A sede municipal encontra-se a 441 metros de altitude em relação ao nivel do mar e tem sua posição geográfica determinada pelo paralelo de 08º 16' 34" E e 38º 02' 01" S. Sua vegetação e predominante de Caatinga Hiperxerófila, sua temperatura média anual é de 28º C.

Geografia

Localiza-se a uma latitude 08º16'29" sul e a uma longitude 38º02'03" oeste, estando a uma altitude de 441 metros. Sua população estimada em 2009 era de 12.011 habitantes.

Possui uma área de 1.244,7 km².

O município é formado pelos distritos sede, São Caetano do Navio e Remédios.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O município insere-se na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja, característica do semiárido nordestino.

A vegetação é composta por Caatinga Hiperxerófila com trechos de Floresta Caducifólia.

O clima é Tropical Semiárido, com chuvas de verão. O período chuvoso inicia em novembro e termina em abril. A precipitação média anual é de 431,8 mm.

Betânia está nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Pajeú. Seus principais tributários são os riachos do Navio, do Bonito, do Tamanduá, do Saco, do Pau Vera, do Aguap é, Santa Clara, do Bom Jesus, do Bredo, da Carnaubinha, do Minador, do Poço, do Barbosa, da Maravilha, dos Veados, das Baixas, do Bonfim, do Mulungu Velho, do Letreiro, Olho d’ Água, das Vassouras, Poço do Mentiroso, Quixaba, da Tróia, da Jibóia, da Jurema, do Rabicho, das Queimadas, do Angico, Salobro, do Remédio, dos Bois, do Chifre, da Salina, Curimat ã, da Boa Vista, do Sargento, da Passagem Funda, Mandacaru e da Caraíba Queimada, todos de regime intermitente. No município situam-se as lagoas da Tábua, da Serra Branca, dos Paus Pretos, do Arcanjo, da Timburina, Grande, Seca, da Pedra, do Milho, do Caldeirão, do Bonito, do Zé Rumão, da Caatinga, do Arroz, do Anil, dos Algodões, das Antas, Matriz, do pelado, dos Porcos, dos Pereiras, do Logradouro, Cercada, do Patrício, Comprida, do Pau-Ferro, da Braça, do Defunto João, do Veado, do Exu e da Melancia. Possui ainda o açude Conceição.