Pernambuco - PE
Recife - PE

Capital Recife - PE                            
Area (Km²)   98 311,616
Números de Municípios 185
População estimada em 2010 8 796 032

 

 
Calçado 1 - PE Calçado 2 - PE Calçado 3 - PE Calçado 4 - PE

Calçado - PE

Calçado - PE                                           Pernambuco - PE                                  
População 11.125
Calçado é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

Calçado é formado apenas pelo distrito sede.

História

No Município de Calçado, o campo exerce um papel fundamental na formação social, cultural e econômica da cidade desde sua criação.

Conta-se que havia em 1825 uma fazenda de propriedade do Senhor Bernardino Alves do Nascimento, conhecido por "Bernardino Pedra" devido ao seu rígido caráter, na atual área onde hoje está localizada a Sede do Município. Nesta propriedade havia uma grande barriguda onde um boi preto, com as quatro patas brancas pastava e descansava. Por conta das patas brancas, que lhe dava a impressão de estar calçado, o boi foi denominado de Boi Calçado. A antiga fazenda passou a povoado, passou a vila e o nome Calçado permaneceu até este ser elevada a categoria de cidade.

O distrito de Calçado pertencia ao Município de Canhotinho, e foi criado em 1911, sendo desmembrado em 20 de dezembro de 1963 pela Lei Estadual nº 4948. Somente em 1 de janeiro de 1964 foi instalado o Município, formado pelo distrito Sede e povoados de Olho d’Água dos Pombos, Santa Rita e Riacho Dantas.

Geografia

O Município de Calçado está localizado no Agreste Pernambucano, Microrregião Agreste Meridional. Sua sede está localizada a 644 m acima do nível do mar com coordenadas geográficas 8º44’82’’ de latitude sul e 36º20’02’’ de longitude de oeste de Greenwich, ocupando uma área de 114 km², e uma população de 11.619, segundo dados do IBGE (2009).

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico inferior a 800 mm, o índice de aridez até 0,5 e o risco de seca maior que 60%.

O clima é do tipo pseudotropical quente úmido com temperaturas médias anuais de 24 °C e variação térmica de 8 °C, com alternância de períodos chuvosos e de estiagem. A precipitação pluviométrica média é de 765 mm, sendo os meses chuvosos de março a junho.

A sede do Município serve de pólo para atender as necessidades da zona rural na integração sócio-econômica com serviços de comércio e rede hospitalar.

A infra-estrutura urbana é bastante histórica, apresentando vários imóveis de época em perfeito estado de conservação.

O clima ameno do agreste pernambucano possibilita a essas terras uma rica fauna e flora, permitindo assim uma perfeita harmonia entre homem e natureza.

Relevo

O relevo é suave ondulado com afloramento de rochas e faixas de altitude na região variando de 600 m a 800 m. Os acidentes geográficos de maior destaque são: o Serrote da Gameleira, o Alto do Mondé e a Pedra do Mocós.

Vegetação

A cobertura vegetal predominante é a caatinga hiperxerófila e os solos em sua maioria de constituição areno-argilosa.

Hidrografia

O território municipal é banhado por duas bacias hidrográficas. Ao norte, a bacia do rio Una que ocupa uma extensa área no Agreste e Zona da Mata. Seu principal afluente é o rio da Chata. Ao sul está a bacia do rio Mundaú que nasce na cidade de Garanhuns e percorre vários municípios de Pernambuco e Alagoas. Seu principal afluente na região é o rio Canhoto.

Economia

A economia tem dependência em relação à variação climática. A zona rural é responsável por 84,0% da mão-de-obra e as culturas temporárias estão presentes em 83,0% dos estabelecimentos, com predominância de uma agricultura de subsistência, sustentada no plantio do feijão, milho, mandioca, hortaliças e flores. A pecuária é outra atividade bastante difundida no Município, principalmente a criação de aves com um aumento bastante expressivo nos últimos anos, também o rebanho de bovinos com números significativos para economia local.

Festividades

01 Janeiro - Festa de Emanicipação Política da Cidade

Fevereiro - Festa da Padroeira da Cidade, Nossa Senhora de Lourdes

1 de Maio - Festival do Trabalhador

Maio - Festa de Santa Rita de Cassia no Povoado Santa Rita

Maio - Festa da Capela de Nossa Senhora Auxiliadora, Sitio do Meio

Junho - Festividades juninas

Setembro - Tradicional Festival da Lavoura www.festivaldalavoura.com