Curitiba - PR
Curitiba - PR

Capital Curitiba - PR                             
Area (Km²)   199 314,850
Números de Municípios 399
População estimada em 2010 10 439 601

 

 
Alvorada do Sul 1 - PR Alvorada do Sul 2 - PR Alvorada do Sul 3 - PR Alvorada do Sul 4 - PR

Alvorada do Sul - PR

Alvorada do Sul - PR                      Paraná - PR                                     
População 10.298
Alvorada do Sul é um município brasileiro do estado do Paraná.

Sua população estimada em 2005 era de 8.982 habitantes. Uma firma comercial e exportadora estabelecida em Santos, adquiriu vasta área de uma empresa Imobiliária Colonizadora onde hoje se ergue a cidade de Alvorada do Sul. A empresa procedia à medição e demarcação da área onde seria localizado o perímetro urbano da futura cidade, e em seguida, eram medidas e demarcadas as datas rurais destinadas à agricultura, principalmente o plantio de café. Criado pela lei estadual n° 790 de 14 de novembro de 1951, foi instalado oficialmente em 14 de dezembro de 1952, sendo desmembrado de Porecatu.

História

A febre de criação de novas cidades, que se espalhou pelo Estado do Paraná, na década de 1940, também antigiu a empresa Lima, Nogueira & Exportadora, estabelecida na cidade paulista de Santos.

Esse grupo adquiriu vasta área de terras, na localidade onde hoje se ergue a cidade de Alvorada do Sul, promovendo seu loteamento em áreas rurais e urbanas, vendidas a longo prazo. Como um bom plano urbanístico impulsionaram o progresso local, caracterizado por um povoamento quase que exclusivamente paulista, trazidos pela empresa colonizadora que promoveu um bom marketing para antigir seus objetivos.

A extensa porção territorial que circundava o povoado, foi sistematicamente ocupada por famílias de agricultores, que não tardaram em transformar a fértil mata em imponentes cafezais e produtivas lavouras de subisistência.

Os primeiros povoadores do lugar eram homens de grande iniciativa e determinação, sendo que em 1950, pouco antes de sua emancipação, 11.667 habitantes, e pelo menos 92% dessa população estava concentrada na zona rural.

Fatos como este e o progresso alcançado, permitiram que o núcleo fosse elevado à categoria de município emancipado, no dia 14 de novembro de 1951, pela lei estadual nº 790, sancionada pelo governador Bento Munhoz da Rocha Netto, com território desmembrado do município de Porecatu.

A instalação oficial ocorreu no dia 14 de dezembro de 1952, com as posse das autoridades municipais eleitas. Em 1955 ocupou o cargo de prefeito o sr. Juliano Fabrício dos Santos, sendo que eram vereadores os senhores: José Pereira Lima, Antonia Fonta Cezar, Thyrso Silva Gomes, Natal Búfallo de Moraes, Arduvino Pedrão, Gil Pellegrini, Antonio Agnelo de Carvalho, João Piovesan e José Savia.

Religião

Predominantemente católica, a cidade também conta com diversos tipos de culto e religiões.

Existe na cidade uma congregação das Testemunhas de Jeová.