Paraiba - PB
João Pessoa - PB

Capital João Pessoa - PB                             
Area (Km²)   56 439,838
Números de Municípios 223
População estimada em 2010      3 766 834

 

 
Arara 1 - PB Arara 2 - PB Arara 3 - PB Arara 4 - PB

Arara - PB

Arara - PB                                       Paraiba - PB                                  
População 12.653
Arara é um município brasileiro do estado da Paraíba,

foi emancipado da cidade de Serraria e instalado em 1961. A origem de seu nome se deve-se pela grande quantidade de aves deste tipo (araras) que existiam antigamente no local.

Localiza-se na Mesorregião do Agreste Paraibano e na Microrregião do Curimataú Ocidental. Em 2008, possuía uma população de 12.698 habitantes, em uma área territorial de 89 km². Sua principal via de acesso é pela rodovia PB-105, está distante 155 quilômetros de João Pessoa, a capital do estado.

História

Segundo o geógrafo e historiador Antonio Gregório da Silva, no seu trabalho mimeografado "Arara, 125 anos depois… Fatos que devem ser Lembrados" a origem do povoamento de Arara, ocorreu na segunda metade do Século XIX, quando tropeiros viajantes que faziam o transporte de carne de sol, farinha de mandioca e rapadura, entre o Curimataú/Seridó e o Brejo paraibano, aproveitavam as sombras das copas das muitas árvores da família das "Baraúnas" que existiam nas proximidades de um riacho, situado ao norte do Engenho Porções, nos contrafortes do Planalto da Borborema, depois de três léguas de cavalgada no local onde hoje se encontra edificada a cidade de Arara.

Aos poucos, este local tornou-se ponto de encontro e de comércio entre os tropeiros viajantes que demandavam do Brejo ou da região do Curimataú onde faziam suas compras de carne de sol, farinha de mandioca e rapadura, alimentos de primeira necessidade negociados entre os "sertanejos" e "brejeiros" naquela área, que logo ficaria conhecida pelo nome de "Baraúnas das Araras" em virtude do grande número de aves desta espécie ali existentes ainda por volta do ano de 1860.

Foi então que nesta mesma época, proveniente do estado do Ceará, chegou a região o Padre-Mestre-Doutor José Antônio Maria Ibiapina, que muito influenciou para o desbravamento e progresso da região do Curimataú, onde hoje se encontra o município de Arara. Ele fundou próximo a atual cidade de Arara a Casa de Caridade de Santa Fé, instalada no ano de 1866, em terreno doado pelo Major Antônio José da Cunha e sua esposa Cândida Americana Hermogenes de Miranda Cunha, proprietários de jazidas de calcário na região.

O Major Antônio José da Cunha, também construiu a primeira casa da futura povoação de Arara e muito contribuiu para o seu desenvolvimento até o ano de 1881 quando veio a falecer com 94 anos de idade. Sua esposa Cândida Americana, que era muito religiosa, fez a doação ao Padre Ibiapina, de parte da fazenda, com casas, bovinos, asininos e muares para construção de mais uma casa de caridade em Santa Fé. A Igreja Matriz de Arara sob a invocação de Nossa Senhora da Piedade, teve sua construção iniciada também pelo Padre Ibiapina, que chegou a prestar igualmente relevantes serviços à comunidade que ali se formava.

Em 1876 o povoado já tinha cerca de 80 casas e 500 habitantes. Cândida Americana morreu pobre e esquecida, no final do Século XIX, em um humilde casebre, edificado em frente a Igreja Matriz de Arara. Como no Brasil, tem-se o costume de se esquecer a memória dos antepassados, o nome de Cândida Americana ficou esquecido por mais de cinquenta anos, quando finalmente foi lembrada na década de 1970, denominando uma rua secundária na cidade de Arara.

Arara foi mencionada como distrito do município de Serraria na divisão administrativa do Brasil no ano de 1937 e 1938. Sua emancipação política foi conseguida através da Lei n° 2.602, de 1° de dezembro de 1961, ocorrendo sua instalação oficial no dia 19 do mesmo mês e ano, desmembrando-se de Serraria. Muitos trabalharam pela sua emancipação, dentre eles podemos destacar a família de Marísio da Cunha Moreno.

Geografia

O município de Arara ocupa uma área territorial de 88,858 quilômetros quadrados representando 0.1574% do estado, 0.0057% da região Nordeste e 0.001% de todo território brasileiro. Dentre os 223 municípios paraibanos, Arara ocupa o 182° lugar em extensão territorial.

Clima

O município de Arara pertence a zona climática designada pela letra C, com o tipo climático de letra A, sendo seu tipo climático o As, segundo a classificação do clima de Köppen. Tal tipo climático se caracteriza por ser um clima tropical, com estação chuvosa no inverno e seca no verão.

A temperatura média anual na cidade oscila em torno de 24°C, sendo o mês mais frio julho (média mínima de 18°C) e o mais quente fevereiro (média máxima de 30°C) e a pluviosidade média de tal clima é de 1.000 mm/ano, sendo abril o mês mais chuvoso, com 129,2 mm, e outubro o mais seco, com 16,9 mm, podendo variar dependendo do ano.

Arara, por estar localizada a uma altitude de 467 metros acima do nível do mar no alto do Planalto da Borborema, que uma região bastante alta tem temperaturas mais amena do que no litoral. A temperatura máxima média gira em torno de 30°C e mínima de 18°C anual.

O clima é do tipo tropical chuvoso, com verão seco. A estação chuvosa se inicia nos meses de Janeiro e Fevereiro com término em Setembro, podendo se adiantar até Outubro.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Turismo

Vaquejada

Na Última semana de agosto, com altas premiações e com os melhores shows, O parque Josefa Silvino traz os melhores vaqueiros e a mais disputada vaqueijada da região com Douglas e Joselio os vaqueiros em distaque de nossa cidade e campeão do ano passado, eles por se propio representou muito bem nossa cidade novamente, se colocando na 5º,6º e 7º colocação montado no Cavalo denominado Baratinha.

Festa da Padroeira

No Brasil, as cidades interioranas têm nas suas festas em louvor a(o) santa(o) padroeira(o) da comunidade, seu mais disputado evento anual. O costume foi herdado dos colonizadores portugueses, que enalteciam sua religiosidade através de festas em louvor a determinados santos padroeiros das povoações, posteriormente, o louvor se misturou às festividades profanas e constitui-se grandes eventos em comemoração à boa colheita do ano.

Em Arara é assim, tudo começa nos dias 04 à 08 de setembro de todos os anos, a festa popular juntamente com as Celebrações Litúrgicas em homenagem à Nossa Senhora da Piedade, padroeira do município, em comemoração as boas colheitas de feijão e algodão do ano em curso. O costume já é secular e começou desde a fundação da sua Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade, em 1887.

Consta na programação a apresentação da Banda Filarmônica Municipal, Novenário, pregações religiosas, desfiles cívicos e apresentações de bandas populares. O ponto principal das festividades é a procissão da Nossa Senhora da Piedade, onde os fiéis percorrem as principais ruas do município levando a imagem da santa, louvando-a com cânticos religiosos.

Durante o dia uma série de atrações anima a população local; desfiles cívicos, bandas de forró, parques de diversão, feiras de artesanato, carreatas e eventos diversos. A partir das 22h00, aglomera-se uma multidão em torno do palco principal, onde se apresentam bandas nacionalmente conhecidas e estilos variados. No palco secundário a animação fica por conta do forró pé de serra.

 Economia

A economia de Arara baseia-se primordialmente nas atividades de comércio e serviços. Os principais produtos produzidos pelo município são; na Agricultura: milho, feijão, mandioca, fava, algodão; pecuária: bovinos, ovinos, caprinos, suínos; indústria: carvão vegetal. Segundo o IBGE no ano de 2005.

O produto interno bruto ararense foi de R$ 27.390.000,00 em 2005, gerando uma média per capita de R$ 2.181,00 por habitante. Destes, R$ 2.812.000,00 provém da agropecuária; R$ 2.115.000,00 é acrescentado pela indústria, R$ 21.716.000,00 é adicionado pelos serviços e R$ 746.000,00 provém de impostos.

Hidrografia

A área onde está localizado o município de Arara é recortada por rios temporários, este se encontra inserido nos domínios da Bacia hidrográfica do Rio Mamanguape, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA).

Os principais cursos d'água no município tem regime de escoamento Intermitente e o padrão de drenagem é o dendrítico, em sua grande maioria pequenos riachos mas podemos destacar os seguintes rios Rio Jacaré ou Rio Araçagi-mirim, afluente do rio Mamanguape.

Relevo

O relevo existente no município de Arara e suave ondulado de solos litólicos eutróficos, com fraca textura arenosa e média fase pedregosa, de relevo hipoxerófila ondulado substrato gnaisse e granito, típico da região do Planalto da Borborema, uma região formada por maciços e outeiros altos, com altitudes que variam entre 400 a 1.000 metros acima do nivel do mar.

Esse planalto ocupa uma área de arco que se estende do sul de Alagoas, abrangendo grande parte dos estados de Pernambuco e da Paraíba é termina no Rio Grande do Norte. No município de Arara essa forma de relevo apresenta-se de forma geralmente movimentada, com muitos vales profundos e estreitos dissecados, no município podemos destacar a Serra do Serrote Branco.

Vegetação

A vegetação existente no município é formada principalmente por florestas Subcaducifólica e Caducifólica, vegetaçao própria das regiões do agreste nordestino. Uma das espécies de árvore que mais caracterizar a vegetação do município e a baraúna.