Belém do Pará - PA
Belém do Pará - PA

Capital Belém do Pará - PA                             
Area (Km²)   1 247 689,515
Números de Municípios 143
População estimada em 2010         7 588 078

 

 
Benevides 1 - PA Benevides 2 - PA Benevides 3 - PA Benevides 4 - PA

Benevides - PA

Benevides - PA                                           Pará - PA                                                      
População 51.663
Benevides é um município brasileiro do estado do Pará,

na Região Metropolitana de Belém. Localiza-se a uma latitude 01º21'41" sul e a uma longitude 48º14'41" oeste, estando a uma altitude de 28 metros. Sua população estimada em 2007 é de 42.426 habitantes.

História

As origens de Benevides são encontradas na política administrativa, ainda no tempo do Império, de colonizar a Zona Bragantina, criando núcleos agrícolas. A colônia agrícola de Benevides foi reconhecida como povoado, sob a invocação de São Miguel Arcanjo, através de um ato da Assembleia Legislativa Provincial, em 10 de junho de 1878. O historiador Teodoro Braga relata que em Benevides, em 30 de março de 1884, contando-se com a presença do então presidente da província do Grão Pará, general Visconde de Maracaju, foi realizada uma sessão solene na qual foi concedida a liberdade a todos os escravos residentes nesse território. O ato teve como cenário a sede da Sociedade Libertadora de Benevides, alcançando enorme repercussão, a ponto de atrair para o lugar uma grande quantidade de escravos, que se encontravam na condição de fugitivos em outras localidades. Dessa maneira, a libertação concedida provocou uma concentração dessa mão-de-obra, que foi empregada nas atividades agrícolas. Esse fato foi responsável pelo progresso que Benevides alcançou naquela época.

Pela Lei nº 646, em 6 de junho de 1899, o então povoado foi elevado á categoria de vila, sem que isso representasse sua transformação em município, pois ficou estipulado que, em tal condição, continuaria vinculado ao município de Belém.

Há referência histórica onde se relata que, com a construção da Estrada de Ferro de Bragança, Benevides foi contemplada com uma das estações ou paradas, que se achava localizada no km 33 daquela via.

O nome de Benevides se constitui numa homenagem prestada ao Governador Francisco de Sá e Benevides.

Com a criação do município de Ananindeua, em 30 de dezembro de 1943, Benevides foi considerado parte integrante do seu patrimônio territorial, na categoria de Distrito.

Em 29 de dezembro de 1961, Benevides foi reconhecido como Município, mediante a promulgação da Lei nº 2.460, ficando constituído como tal com terras do então distrito de Benevides, pelo desmembramento da área territorial pertencente ao município de Ananindeua, por parte do distrito-sede do município de Santa Isabel do Pará e pelo Engenho Araci (atual Santa Bárbara do Pará). Recentemente foram emancipados os municípios de Santa Bárbara e Marituba.Atualmente Benevides conta com dois distritos: Benevides e Benfica.

Cultura

O evento popular de maior expressão do município de Benevides é a festa de Nossa Senhora do Carmo, a santa padroeira da cidade. Comemorada com um animado arraial e a procissão do Círio, a festa acontece no segundo domingo do mês de julho.

A principal manifestação de Benevides é o boi-bumbá. Entretanto, não existem grupos permanentemente organizados no local.

O artesanato pouco expressivo tem como matérias-primas a argila, o couro e a lã, das quais são confeccionados vasos simples, capas, cintos e toalhas.

O único equipamento cultural de Benevides é representado pela Biblioteca Pública Municipal.

Geografia

O município de Benevides pertence a mesorregião Metropolitana de Belém e a microrregião Belém. A sede municipal tem as seguintes coordenadas geográficas: 01º 21’48” S e 48º 14”24” W.

Possui uma área de 177,7699 km².

Limites:

    Ao Norte - Município de Santa Bárbara do Pará
    A Leste - Município de Santa Isabel do Pará
    Ao Sul - Rio Guamá
    A Oeste - Municípios de Ananindeua e Marituba

Solo

Os solos do município são representados em sua maior parte, em associações pelo Concrecionário Laterítico indiscriminado distrófico textura indiscriminada e pelo Latossolo Amarelo distrófico textura média. Outras ocorrências pequenas são de Latossolo Amarelo distrófico textura argilosa e Grey húmico distrófico textura argilosa.

Vegetação

A vegetação de Benevides é representada, predominantemente, pela Floresta Secundária, proveniente da remoção da cobertura florestal primária (Floresta densa dos baixos platôs, para a implantação de cultivo de subsistência e implantação de pastagens artificiais).

Ao longo das margens dos rios encontram-se, ainda, preservadas a mata de galeria, a floresta de várzea e, no baixo curso do rioTauá, a floresta de mangue.

Patrimônio natural

A cobertura vegetal, observada através de imagens LANDSAT-TM do no de 1986, acusou uma alteração de 95,75% do seu território, inferindo-se, por conseqüência que não existe, no Município, patrimônio natural florestal digno de registro. Para minimização do problema, devem ser desenvolvidos trabalhos que objetivem a recuperação de áreas críticas, principalmente aquelas situadas ao longo da rede hidrográfica.

Topografia

A topografia do Município caracteriza-se por apresentar uma altimetria de cotas baixas e de variação inexpressiva, sendo a altitude, na sede municipal, em torno de 45 metros, enquanto que as partes mais elevadas chegam a atingir 57 metros.

Geologia e relevo

A estrutura geológica do Município é comum a todas as área da microrregião de Belém, representada por sedimentos terciários da formação Barreiras, constituído por arenitos, silititos e argilitos, e pelos sedimentos inconsolidados do Quaternário Subatual e Recente. A pobreza das formas de relevo coincide com a simplicidade da estruturação geológica, onde a paisagem apresenta níveis de baixos tabuleiros aplainados, terraços e várzeas. Morfoestruralmente, seu relevo faz parte do Planalto Rebaixado da Amazônia. (Baixo Amazonas).

Hidrografia

Na hidrografia do município de Benevides o rio mais importante é o Guamá, que limita ao Sul com Acará e Bujaru; o rio Guajará, seu afluente pela margem direita, é o limite natural, a Sudeste com Santa Isabel do Pará e o igarapé Oriboquinha, também, afluente pela margem direita, faz limite parcial com Ananindeua, a Sudoeste. A Oeste encontra-se o rio Benfica e o furo do Mutum, que fazem limite com Ananindeua, e recebem diversos furos e igarapés, tais como: furo da Fumaça, do Rocha, Sirituba e os igarapés Mutuí, Itapepucu, Tucunarequara, Maritubinha e outros. A Noroeste, fazendo limite com Belém, encontra-se o furo de Mosqueiro ou das Marinhas que recebe rios, como: rio Paricatuba, Santa Bárbara, Araci e o Tauá, este último limitando o Município ao Norte com Santo Antônio do Tauá.

Clima

O clima do município de Benevides é megatérmico úmido, temperatura elevada durante todo o ano com média de 26°C e pequena amplitude térmica, como em toda a região Norte do Pará. Os meses mais quentes, são os de setembro a dezembro, sendo, que nessa época, a média das máximas vai acima de 32º. Com regime pluviométrico elevado, chega a ultrapassar, normalmente, os 2.500 mm/ano. As chuvas não se distribuem, igualmente, por todo o ano e apresenta maior incidência de janeiro a junho, enquanto o período mais quente coincide com o menos chuvoso. A umidade relativa do ar gira em torno de 85%.