Belém do Pará - PA
Belém do Pará - PA

Capital Belém do Pará - PA                             
Area (Km²)   1 247 689,515
Números de Municípios 143
População estimada em 2010         7 588 078

 

 
Cachoeira do Arari 1 - PA Cachoeira do Arari 2 - PA Cachoeira do Arari 3 - PA Cachoeira do Arari 4 - PA

Cachoeira do Arari - PA

Cachoeira do Arari - PA                            Pará - PA                                                      
População 20.460
Cachoeira do Arari é um município brasileiro do estado do Pará.

História

Arari é o nome do principal lago marajoara e de um dos mais importantes rios do Marajó, assim como faz parte do nome da cidade de Cachoeira do Arari localizada na sua beira esquerda, e de Santa Cruz do Arari que está na boca do lago.

Arari é o nome dado a um cipó da família das leguminosas papilonaceas. É encontrado nas margens dos rios. Dá flores grandes, cor de fogo. Arari é também o nome de uma ave. Conhecida igualmente por arari-canindé. Tem plumagem de cor azul, amarelada no ventre. Chega a medir até um metro de comprimento, tem vários riscos pretos em volta dos olhos. A etimologia do nome seria arara-i, quer dizer arara pequena. Sendo que o sufixo tem também o sentido de água, rio, assim arari pode também significar Rio das araras.

Por que Cachoeira? O nome do município teve origem de um declive existente no leito do Rio Arari, em frente ao local onde hoje está situada a cidade e que, no verão, provoca uma precipitação de água, como se fosse uma cachoeira.

Formação administrativa

Freguesia criada com a denominação de Nossa Senhora da Conceição da Cachoeira, fundada em 1747, pertencente a vila nova de marajó.

Nas sessões de 10, de 17-05-1833, o governo do Pará extingui a vila, originando-se então a vila Cachoeira. Instalado em 17-05-1834.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Nos quadro do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 4 distritos: Cachoeira, Alto Arari, Caracará e Camará.

Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-1930, adquiriu o extinto município de Ponta Pedra.

Pelo decreto estadual nº 78, de 27-12-1930, o município de Cachoeira é extinto, sendo seu território anexado ao novo município de Arari. Criado com terras do extinto município de Cachoeira e Ponta de Pedras. Passando Cachoeira a ser a Sede do município de Arari.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, Cachoeira, figura com distrito de Arari.

Pela lei estadual nº 8, de 31-10-1935, é criado novamente o município de Cachoeira.

Em divisão territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 3 distritos: Cachoeira, Camará e Caracará.

Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, os distrito de Camara e Caracará foram extintos, sendo seu território anexado ao distrito sede de Cachoeira.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943, o município de Cachoeira voltou a denominar-se Arariúna.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município já denominado Arariúna é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 1127, de 11-03-1955, o município de Arariúna passou a denominar-se de Cachoeira do Arari. Sob o mesmo decreto são criados os distritos de Bela Vista e Camará.

Em divisões territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 3 distritos: Cachoeira do Arari, Bela Vista e Camará.

Pelo Acordão do Superior Tribunal Federal e 04-10-1955, são extintos os distritos de Bela Vista e Camará, sendo seu território anexados ao distrito sede de Cachoeira do Arari.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 2460, de 29-12-1961, são criados os distritos de Camará do Marajó e Caracará do Arari e anexado ao município de Cachoeira do Arari.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Cachoeira do Arari, Camará do Marajo e Caracará do Arari.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Cachoeira para Arariúna alterado, pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943. Arariúna para Cachoeira de Arari alterado, pela lei estadual n 1127. de 11-03-1955.

Cultura

O Município abriga o Museu do Marajó, fundado em 1972 pelo padre italiano naturalizado brasileiro Giovanni Gallo no galpão onde funcionava uma fábrica de óleo. Na cidade também viveu o escritor Dalcídio Jurandir a qual homenageou com o livro Chove nos Campos de Cachoeira Viveu o Major Luciano Lucas de Castro Frade ,bisneto do Barão de Muaná e o seu pai o coronel Emiliano Pereira da Silveira Frade ,escritor do " Crônicas da minha terra" .

Geografia

Localiza-se a uma latitude 01º00'41" sul e a uma longitude 48º57'48" oeste, estando a uma altitude de 20 metros. Sua população estimada em 2004 era de 17 127 habitantes. Possui uma área de 3116,399 km².

Hidrografia

Também em 1 de julho de 1956 a municipalidade continha a seguinte hidrografia identificada:

    Rio Arari
    Rio Guarapi
    Rio Mauá
    Rio Caracará
    Rio Camará
    Rio Jenipapocu
    Lago Guajará
    Lago Arari
    Igarapé das Almas

Educação

Quando o tema é Educação Básica, dentre os projetos do Plano de Desenvolvimento da Educação, vinculado ao Ministério da Educação, executado pelo INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, na Região Norte, Estado do Pará, as Escolas Públicas Urbanas estabelecidas no município de Cachoeira do Arari obtiveram os seguintes IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), em 2005, de um total de 1.177 avaliações, tendo sido vitoriosa a escola federal, em Belém, PA, Tenente Rego Barros (com 6,1), e ficado sem pontuação a escola estadual José Rodrigues Viana e a escola municipal José Afonso Viana.