Belo Horizonte - MG
Belo Horizonte - MG

Capital               Belo Horizonte - MG                             
Area (Km²)   586.528.293
Números de Municípios 853
População estimada em 2010           19.595.309

 

 
Abaeté 1 - MG Abaeté 2 - MG Abaeté 3 - MG Abaeté 4 - MG

Abaeté - MG

Abaeté - MG                                             Minas Gerais - MG                                  
População 22.700
Abaeté é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 22.700 habitantes.

Localizada próxima à Represa de Três Marias, é cortada pelo Rio Marmelada, que em muitas situações de chuva, causou transtornos à população da cidade devido às suas cheias.

História

Abaeté, palavra de origem etmológica tupi, significa homem forte, homem bravo, e era a denominação pela qual eram conhecidos os indígenas da grande nação tupi, que viviam na região do vale do São Francisco, na região que hoje é denominada de centro-oeste mineiro, onde se formou o povoado de Nossa Senhora das Dores do Marmelada, vila esta que deu origem ao atual município.

A origem de Abaeté está ligada à existência de diamantes na região, o que atraiu muitos colonizadores em busca de sesmarias. O aparecimento da primeira sesmaria data de 1738, de propriedade de José de Faria Pereira. Em seguida, outras sesmarias foram concedidas e muitas pessoas se deslocaram para a região. Em 1845, foi erguida uma capela dedicada a Nossa Senhora do Patrocínio, mediante doações feitas por um grupo de fiéis ricos. Ao redor da capela, desenvolveu-se o povoado denominado "Marmelada". As atividades comerciais da região eram incentivadas pela ação dos tropeiros. Em 1847, o povoado passa a distrito, com o nome de Arraial Novo da Marmelada. Em 1864, foi criada a freguesia denominada Nossa Senhora do Patrocínio do Marmelada. Em 1870, foi elevada a vila, passando a chamar-se Dores do Marmelada. Em 1877, passa a cidade, recebendo o nome de Abaeté.

Em 1876 , o Imperador Augusto Luz , de Portugal , traz para Abaeté uma grande quantidade de escravos para trabalharem no minério , gerando lucro ao império Português.

MAIS DADOS SOBRE A CIDADE DE ABAETÉ JÚLIO ALBERTO FILHO - ABAETEMINAS.COM

Por que o nome de Abaeté? Por causa dos primeiros moradores da região que foram os Ìndios da tribo dos Abaetés, palavra esta que no idioma tupi-guaraní significa : Homem forte, homem verdadeiro, índio valente ou índio guerreiro. O nosso município quando foi criado no tempo do Imperio, era um dos maiores do país, abrangendo os atuais municípios de Cedro do Abaeté, Paineiras, Biquinhas, Morada Nova, Tiros, São Gotardo e São Gonçalo do Abaeté, todos estes atualmente são municípios autônomos, ficando o nosso município circunscrito apenas ao distrito da cidade e os pequenos povoados de Patos, Tabocas, Paredão e outros menores. Nos tempos do Brasil Império a sede da nossa comarca era na cidade de OLINDA no Estado de Pernambuco, a mais de 2.000 kilômetros de distância e sem quase nenhuma comunicação; depois a sede da comarca veio para Mariana em Minas e em seguida para Pitanguí a apenas 84 kilômetros daqui; finalmente foi fundada a nova comarca de Abaeté com os nossos serviços judiciais locais. A economia do nosso município já foi mais pujante do que hoje, como centro agro-pecuário e diamantífero e algumas incipientes indústrias de banha suína, cuja produção de suinos era a base de manutenção dos fazendeiros locais, bem como a produção de gêneros alimentícios, arrôs, feijão, farinha, milho, cana, rapadura e açúcar mascavo etc. Hoje a nossa maior produção é de leite bovino, em torno de 200.000 litros por dia os quais são reunidos em nossa Cooperativa de fazendeiros e depois remetidos em caminhões isotérmicos para a Cooperativa Itambé em Pará de Minas distante cento e poucos kilômetros de Abaeté para sua industrialização. Temos também o Laticínios Abaeté do industrial e empresário Everton Lopes que industrializa parte da nossa produção leiteira em queijos, manteiga e outros produtos. Funciona também em nossa cidade um Matadouro frigorífico de bovinos, o Frigoneto,com capacidade de abate de mais de 300 bovinos por dia. Temos algumas indústrias de calçados e de confecções que dão um bom número de empregos para a mocidade local. No campo da Educação temos como ponto alto a nossa Faculdade com alguns cursos superiores que atendem a demanda da nossa mocidade e de cidades vizinhas que não têm condições financeiras de estudarem na capital do Estado. Possuimos também uma boa rede de escolas estaduais de primeiro e segundo graus que preparam bem nossos adolescentes e jovens para enfrentarem um curso superior. A cidade é bonita, bem plana, com ruas largas, bem traçadas e arborizadas, asfaltadas ou calçadas a paralelepípedos, tendo várias pracinhas para o lazer da população. Quanto aos esportes para a juventude, temos uma boa praça de esportes com piscina e campos de vôlei e basquete, além de dois estádios dos clubes Abaeté Atlético e Independente com campo gramados e com iluminação noturna. Na parte social temos um bom clube, o Abaeté-Clube, o melhor da cidade, onde se fazem boas festas dançantes e tem ainda outros salões de festas onde se diverte a nossa mocidade. Enfim, a nossa cidade, apesar de pequena com pouco mais de 20.000 habitantes, é uma cidade relativamente tranqüila, com um povo hospitaleiro e boa para se morar.

No setor de saúde nossa cidade é relativamente bem servida, possuindo o Hospital São Vicente de Paulo com boas instalações e profissionais competentes, onde são feitas pequenas e médias cirurgias para a população da região. Este hospital se originou de uma modesta Santa Casa de Misericórdia construida no ano de 1918 pelo SR. JÚLIO ALBERTO ( Coronel Julico) que conseguiu um terreno como então prefeito DR. ANTÕNIO AMADOR ALVARES DA SILVA (médico), neto do Barão do Indaiá. O Sr. Júlio Alberto e alguns companheiros confrades vicentinos construíram a Santa Casa que prestou relevantes serviços à cidade e principalmente às pessoas mais humildes durante muito anos e depois foi bastante ampliada e se transformou no atual Hospital São Vicente de Paulo Temos também a Policlínica com excelente prédio e boas instalações no no centro da cidade , construída com verbas estaduais a qual atende bem às classes mais humildes da cidade, inclusive com distribuição de medicamentos. Além disso, temos uma boa rede de Postos de Saúde nos bairros chamados de PSF , inclusive com atendimento odontológico. Sendo a pecuária a nossa mais forte fonte de renda, não poderíamos deixar de falar na Cooperativa dos Produtores Rurais da região, com ótima sede própria e grande supermercado onde se abastecem nossos produtores em tudo que necessitam. Esta cooperativa é o prosseguimento do Banco de Abaeté fundado no ano de 1929 e instalado na esquina da praça da Matriz, na esquina da rua Antônio José Pereira ( o prédio antigo foi demolido), sendo os seus primeiros diretores os senhores Dr. Edgardo da Cunha \Pereira e Júlio Alberto (coronel Julico), que3 juntos com uma plêiade de cidadãos progressistas se juntaram para dar à cidade um estabelecimento de crédito capaz de atendê-los em suas necessidades financeiras, já que na época não existiam outros bancos na cidade O banco funcionou muitos anos com único estabelecimento bancário local e com a chegada de outros bancos, como o Banco Mineiro da Produção (hoje Banco iItaú) cujo primeiro gerente foi o Sr. Júlio Alberto que havia deixado o Banco de Abaeté e depois chegou o Banco de Minas Gerais, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federa; temos também hoje a Cooperativa de Crédito Credioeste com bom movimento para a zona rural.O Banco de Abaeté depois com a nova Presidência do Dr. José de Campos Melo – Dr. Melo, se transformou em Cooperativa de Crédito e depois em Cooperativa dos Produtores Rurais que é a atual.Esta transformação do banco em cooperativa se deve ao Dr. Melo fervoroso cooperativista em nossa região. Hoje, já idoso, reside em Belo Horizonte. Outra empresa importante em Abaeté é a VIAÇÃO SERTANEJA,grande empresa de transporte de passageiros com grande frota de bons ônibus que servem apopulação em viagens diárias para Brasília e em vários horários para Belo Horizonte e cidades vizinhas. Esta é dirigida competentemente pelo Sr. Valdomir Mendes Morato, mais conhecido como CICI DA SERTANEJA, de família muito conceituaa na região. Nos transportes de passageiros temos ainda a Viação São Cristovão com destino a São Paulo diariamente e cidades vizinhas. O comércio de Abaeté possui várias lojas de bom porte, principalmente no ramos de eletrodomésticos e móveis e supermercados de médio porte que abastecem a população de tudo que se faz necessário, não deixando nada a se reclamar.

Geografia

Hidrografia

Ribeirão Marmelada,próxima também à Reperesa de Três Marias e próxima ao Rio São Francisco(Velho Chico),considerado por alguns o segundo Rio mais importante do país,que passa em Martinho Campos (cidade próxima a Abaeté)

Administração

    Prefeito: Cláudio de Sousa Valadares - PSDB (2005/2008)(2009/2012)
    Vice-prefeito: Carlos Amador (2005/2008) (2009/2012)
    Presidente da câmara: Rosa Maria Marques da Cunha - PV (2010/2012)
    Vereadores :

Ver. Antônio Aparecido Ferreira : Mais conhecido como Toninho Raucrau em sua primeira candidatura foi eleito com 470 votos pelo PR. Nascido em Abaeté, MG em 27/08/59. Foi trabalhador rural, candieiro, pintor de parede, comerciante micro empresário, casado, pai de duas filhas. Cursando o 3º ano do EJA (Educação para Jovens e adultos) nível II, na Escola Municipal "Chico Cirilo".

Ver. Antônio Valadares Chamon Mais conhecido como Vereador "Bode". "O Vereador do Povo" Eleito pelo PSDB com 752 votos já em seu quarto mandato; Ocupou o cargo de Presidente da Câmara Municipal pela quarta vez, com mandatos anteriores em 2002, 2006 e 2009.

Ver. Celeste Maria Menezes Gontijo Vereadora eleita pelo DEM com 631 votos, em seu primeiro mandato. Natural de Abaeté.

Ver. Henrique Brandão Greco Mais conhecido como "Henrique do Armandinho". Vereador eleito pelo PTC com 781 votos, em seu primeiro mandato.

Ver. Jairo José Teodoro Conhecido como "Jairo Dentista". Vereador eleito pelo PSDB com 713 votos, em seu quinto mandato; Ocupando o cargo de Presidente da Câmara Municipal em 1993 e 2007.

Ver. Rosa Maria Marques da Cunha Vereadora "Rosa Psicóloga" Atual Presidente da Câmara Municipal de Abaeté. Formada em Psicologia Clínica, Educacional e Jurídica. Pós-Graduada em Psicologia Educacional Mestranda em Psicologia Social. Atualmente atende em seu Consultório na área clínica, é Professora na Universidade do Estado de MG, (FUNEDI _ UEMG), Abaeté (ISAF _ ISAB) nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Serviço Social, e Pedagogia. Está em seu 2º mandato, eleita com 929 votos, a maior votação já registrada no Município até o momento. Filiada ao PV.

Ver. Valdeci José da Silva Conhecido como "Valdeci Cachorrão". Eleito pelo PR com 479 votos, vereador em seu segundo mandato.

Ver. Vicente Ferreira Lamounier Filho Mais conhecido como "Nem do Hospital" Vereador eleito pelo PV com 793 votos, em seu quinto mandato. Sendo Presidente por (quatro) anos. Nascido em 16/09/1.958, filho de Vicente Ferreira Lamounier e Antônia Maria Lamounier. É funcionário do Hospital São Vicente de Paulo de Abaeté, no Cargo de Administrador Hospitalar desde 1.977. Com cursos de Administração Hospitalar pela Thomas Father do Brasil em 1.986, na Faculdade das Ciências Médicas/MG; Processo do Trabalho e Legislação Empresarial, pela IOB em 2003; Prestação de Contas nas entidades Filantrópicas em 2009,pela Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos/MG e Seminário Administração Pública Competente em 2001, realizado pelo Tribunal de Contas/MG.

Economia

A cidade possui como principais atividades econômicas a pecuária leiteira, a pecuária de corte, a fruticultura, além de indústrias frigoríficas, confecções, laticínios e de produtos não-metálicos.

Dos últimos anos para cá,a parte financeira da cidade vem crescendo muito graças ao Carnaval da cidade que é o ponto de atração de turistas de todas as partes do Brasil.

Abaeteenses famosos

    Alberico de Souza Cruz, Jornalista brasileiro e antigo diretor de Jornalismo da Rede Globo de Televisão.
    Osvaldo Faria, um dos maiores jornalistas esportivos da história mineira;
    Ariosvaldo Campos Pires, advogado, nasceu em Abaeté em 17 de maio de 1934, faleceu em 12 de novembro de 2003, foi diretor da Faculdade de Direito da UFMG;
    Renato Andrade, instrumentista;
    Alfredo Campos, Senador (1983 a 1995);
    Juvenil Alves Filho, Deputado Federal, cassado pelo TSE em 12 de fevereiro de 2009.
    Maurício Soares, Ex-prefeito da cidade de São Bernardo do Campo.
    Simão Viana da Cunha Pereira, advogado e político, foi Deputado Estadual em 1947, 1950, 1954 e 1958 e Deputado Federal em 1962 e 1966, quando foi cassado pelo AI-5. Suplente do então Senador Itamar Franco, quando este assumiu a Presidência da República não pôde assumir, pois morreu de câncer.
    José Agenor Álvares da Silva, Ministro da Saúde de 31/03/06 a 16/03/07. Farmacêutico graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1974, coordenou o Programa de Interiorização das Ações de Saúde e Saneamento (PIASS), foi secretário de Planejamento e secretário-adjunto do Ministério da Saúde, consultor nacional da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), presidente da Fundação Ezequiel Dias (MG), coordenou o Projeto Nordeste do Ministério da Saúde. Entre 1999 e 2005, foi gerente de Descentralização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).