Belo Horizonte - MG
Belo Horizonte - MG

Capital               Belo Horizonte - MG                             
Area (Km²)   586.528.293
Números de Municípios 853
População estimada em 2010           19.595.309

 

 
Alto Rio Doce 1 - MG Alto Rio Doce 2 - MG Alto Rio Doce 3 - MG Alto Rio Doce 4 - MG

Alto Rio Doce - MG

Alto Rio Doce - MG                                  Minas Gerais - MG                                  
População 12.158
Alto Rio Doce é um município brasileiro do estado de Minas Gerais na chamada Zona da Mata.

Sua população em 2004 era estimada em 13.703 habitantes. Alto Rio Doce possui dois distritos de destaque Abreus, situado ao lado de Dores do Turvo, e seu maior e mais importante distrito Vitorinos, situado ao lado de Senhora dos Remédios

Em 1759 José Alvares Maciel e sua mulher Vicência Maria de Oliveira se estabeleceram na margem esquerda do rio Xopotó, onde receberam sesmaria. A primeira missa no local foi dita em março de 1764. Ali se ergueu uma Capela a São José, capela filial de Guarapiranga.

Elevada a freguesia em 14 de julho de 1832 freguesia, sendo seu padre Agostinho Cesário de Andrade.

Atualmente a cidade é famosa pelo seu carnaval de rua que atrai milhares de turistas todos os anos. A Exposição Agropecuária que ocorre no mês de julho também é outro evento turístico da cidade. A Festa religiosa de São José é o terceiro evento mais conhecido na cidade e lógo após esta festa, ocorre o Encontro do Altoriodocense Ausente que reúne os conterrâneos que estão espalhados por todo o Brasil.

História

Sabe-se que, em 1831, uma caravana, abrindo caminho na mata virgem, encontrou um belo vale na confluência dos córregos hoje chamados Alvarenga e Floresta. A comitiva continuou viagem, mas João de Barros e sua filha Maria Guanhães, de apenas 11 anos de idade, fixaram residência no local, onde ergueram uma capela, dando início á formação do arraial.

Somente muitos anos depois se deu a ocupação, de fato, do território, com o aparecimento de novos pioneiros como José Francisco e sua família, construindo, também, uma capela dedicada a Nossa Senhora da Saúde, mais tarde Padroeira do local. Vieram, a seguir, os Torres comandados por Cristiano, seu patriarca; os Alves; os Oliveira; os Marcelino de Souza; os Marçal e outros formadores da atual sociedade alvarenguense.

Cresceu o povoado recebendo o nome de Quintino Bocaiúva, subordinado ao Município de Caratinga, passando depois para a subordinação do município de Itanhomi, com o nome de Floresta.

Posteriormente foi elevado a categoria de distrito subordinado ao município de Conselheiro Pena.

O município se desenvolveu baseado nas atividades agrícolas e pecuárias.

A denominação Alvarenga surgiu em decorrência do córrego que banha a cidade ter este nome.

Formação administrativa

Distrito criado com a denominação de Floresta, pelo decreto de 10/04/1880 e pela lei estadual nº 2, de 14/09/1891, subordinado ao município de Caratinga.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito Floresta figura no município de Caratinga.

Assim permanecendo nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 01/09/1920.

Pela lei estadual nº 843, de 07/09/1923, o distrito de Floresta deixa de pertencer ao município de Caratinga para ser anexado ao novo município de Itanhomi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito Floresta figura no município de Itanhomi.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31/12/1936 e 31/12/1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17/12/1938, é extinto o município de Itanhomi, sendo o distrito de Floresta anexado ao município de Conselheiro Pena.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Floresta figura no município de Conselheiro Pena.

Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31/12/1943, o distrito de Floresta passou a chamar-se Alvarenga.

Em divisão territorial datada de 01/07/1950, o distrito de Alvarenga (ex-Floresta), figura no município de Conselheiro Pena.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01/07/1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Alvarenga, pela lei estadual nº 2.764, de 30/12/1962, desmembrado de Conselheiro Pena. Sede no antigo distrito de Alvarenga. Constituído apenas do distrito sede. Instalado em 01/03/1963.

Em divisão territorial datada de 31/12/1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica: distrito Floresta para Alvarenga alterado, por força do decreto-lei estadual nº 148, de 17/12/1943.

Transferência distrital: Pela lei estadual nº 843, de 07/09/1923, transfere o distrito de Floresta do município de Caratinga para o Itanhomi.

Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de de 31/12/1943, transfere o distrito de Floresta do extinto município de Itanhomi para o de Conselheiro Pena.