Cuiaba - MT
Cuiabá - MT

Capital Cuiaba - MT                             
Area (Km²)   903 357,908
Números de Municípios 141
População estimada em 2010   3 033 991

 

 
Alto Garças 1 - MT Alto Garças 2 - MT Alto Garças 3 - MT Alto Garças 4 - MT

Alto Garças - MT

Alto Garças - MT                                     Mato Grosso - MT                                  
População 10.321
Alto Garças é um município brasileiro do estado de Mato Grosso.

Localiza-se a uma latitude 16º56'38" sul e a uma longitude 53º31'41" oeste, estando a uma altitude de 754 metros. Sua população estimada em 2007 era de 9.445 habitantes. Possui uma área de 3672,22 km².

História

O município é de origem bastante recente, o desbravamento, propriamente dito de suas terras e a sua conseqüente formação populacional está intimamente ligada à atividade garimpeira, a qual começou a se desenvolver na região a parti de 1919, com a chegada dos primeiros aventureiros do garimpo, sedentos de valiosíssima pedra ali existente: o diamante.

Entretanto, o desenvolvimento do município, que no decorrer de sua história evolutiva passou pela denominação de São Vicente do Bonito, São Vicente e finalmente, Alto Garças, não se limitou apenas à extração mineral,mas baseou-se também no florescimento da agropecuária, que proporcionou um grande impulso à região e hoje graças ao cultivo da soja, do algodão, da brachiaria entre outros cultivos, o município encontra-se em pleno desenvolvimento.

Em 3 de Fevereiro de 1933, o município foi elevado à categoria de distrito, pertencente ao município de Santa Rita do Araguaia, durante este período, o seu progresso foi marcante, muito embora a sua duração tenha sido uma tanto efêmera, devido a um incidente ocorrido por questões de terras, fato este que provocou o êxodo de sua população e conseqüentemente, a estagnação de seu desenvolvimento. Desta forma, somente em 1953, Através da Lei nº 1660, no dia 10 de dezembro, que Alto Garças passou a figurar como município.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Vicente de Bonito, pelo decreto-lei nº 222, de 03-02-1933, subordinado ao município de Santa Rita do Araguaia.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Lajeado o distrito de São Vicente de Bonito.

Pelo decreto-lei estadual nº 208, de 26-10-1938, o distrito de São Vicente de Bonito passou a denominar-se São Vicente, sob o mesmo decreto foi transferido do município de Lajeado para Alto Araguaia.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de São Vicente figura no município de Alto Araguaia.

Pelo decreto-lei estadual nº 545, de 31-12-1943, o distrito de São Vicente passou a denominar-se Alto Garças.

Elevado à categoria de município com a denominação de Alto Garças, pela lei estadual nº 660, de 10-12-1953, desmembrado de Alto Araguaia. Sede no antigo distrito de Garças. Constituído de 2 distritos: Alto Garças e Cafelândia do Leste Mato-grossense. Instalado em 01-01-1954.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Alto Garças e Cafelândia do Leste Mato-grossense.

Pela lei estadual nº 3967, de 05-12-1977, o distrito de Cafelândia do Leste Mato-grossense é extinto, passando seu território a pertencer ao distrito sede de Alto Garças.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

São Vicente de Bonito para São Vicente, alterado pelo decreto-lei estadual nº 208, de 26-10-1938.

São Vicente para Alto Garça, alterado pelo decreto-lei estadual nº 545, de 31-12-1943.

Turismo

O município têm belas cachoeiras como a do São Vicente, a do ribeirão da Onça e a do Cafezinho. Todos os anos no período do carnaval há o Garçafolia, o carnaval da cidade. No dia 12 de outubro acontece na região do Arara uma festa tradicional em homenagem a Nossa Senhora de Aparecida. No município há também grandes fazendas que figuram como atrativos para a população e visitantes, como a Fazenda da Mata, Fazenda Joselena e a Casa de Pedra.