Cuiaba - MT
Cuiabá - MT

Capital Cuiaba - MT                             
Area (Km²)   903 357,908
Números de Municípios 141
População estimada em 2010   3 033 991

 

 
Campo Verde 1 - MT Campo Verde 2 - MT Campo Verde 3 - MT Campo Verde 4 - MT

Campo Verde - MT

Campo Verde - MT                                Mato Grosso - MT                                  
População 31.612
Campo Verde é um município brasileiro do estado de Mato Grosso.

Localiza-se a uma latitude 15º32'48" sul e a uma longitude 55º10'08" oeste, estando a uma altitude de 736 metros. Sua população estimada em 2009 era de 31.612 habitantes.

Possui uma área de 4811,71 km².

História

A história da ocupação da região onde hoje está localizado o município de Campo Verde pode ser dividida em duas etapas. A primeira ainda no século 19 quando chegaram os primeiros habitantes vindos do triângulo mineiro. As famílias se estabeleceram na localidade conhecida como Buriti dos Borges e deram início ao processo de colonização. Por mais de 100 anos a região viveu apenas da pecuária e da agricultura de subsistência, até que na década de 1970, com a chegada de migrantes vindo do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, Campo Verde, então conhecido como Distrito de Posto Paraná, deu um salto de progresso. Primeiro foi o cultivo de arroz que impulsionou a economia local, depois à soja ocupou o cerrado e trouxe mais riquezas para o futuro município. Em 4 de julho de 1988,por Otávio Eckert, Campo Verde conquistou a tão sonhada emancipação político administrativa. Localizado na região sul do estado, numa altitude de 736 metros acima do nível do mar, Campo Verde tem clima tropical, com temperaturas variando entre 18 e 24 graus, com a mínima oscilando entre 10 e máxima 34 graus. A precipitação pluviométrica entre 9 e 225 milímetros, sendo que a estação chuvosa vai de dezembro a maio. A vegetação predominante é o cerrado com 97% da área, e 3% de mata. O município é banhado pelos rios: Rio São Lourenço, Rio das Mortes, Rio Aricá Mirim, Rio Cumbica, Rio Roncador, Rio Ximbica, Rio Galheiros e Rio da Casca.

Economia

O crescimento econômico de Campo Verde está acima da média nacional. Das 100 cidades com maior Valor Adicionado Bruto (VAB) da agropecuária em 2007, 22 são de Mato Grosso. Campo Verde aparece com a segunda melhor posição no ranking nacional, perdendo apenas para São Desidério, na Bahia. Entre os 15 primeiros da lista, oito cidades são mato-grossenses e além de Campo Verde aparecem Sapezal (3º lugar), Sorriso (4º), Primavera do Leste (7º), Campo Novo do Parecis (8º), Diamantino (10º), Nova Mutum (12º) e Lucas do Rio Verde (15º). As cidades estaduais tiveram um VAB de R$ 5,8 bilhões naquele ano. A lista consta no estudo sobre o Produto Interno Bruto dos Municípios (2003 a 2007), divulgado no dia 16 de dezembro de 2009, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O VAB é a medida econômica para mensurar o Produto Interno Bruto (PIB). A participação das cidades mato-grossenses nesta lista mostra uma demonstração da força do agronegócio local, que vem proporcionando o desenvolvimento de várias regiões do Estado. Campo Verde cresce em ritmo acelerado, impulsionado pela atividade agropecuária e implantação de novas empresas. O município mostra contornos cada vez maiores de desenvolvimento e modernidade, destacando-se entre as principais cidades do Mato Grosso. Sua qualidade de vida é compatível com as melhores cidades do país. Campo Verde é o maior produtor de algodão em pluma do Brasil e tem uma atividade rural diversificada. Além de algodão, são produzidos no município soja, milho, ovos, peixes, frangos, perus, suínos, bovinos, eucalipto e biodiesel a partir do caroço de algodão. Além dos assentamentos da agricultura familiar que produzem leite e quase 40% das hortaliças consumidas em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis, entre outros municípios menores, que somam mais de 2 milhões de pessoas. A pecuária leiteira recebe incentivos do poder público municipal que visam melhorar a qualidade genética do rebanho aumentando com isso a produção diária de leite. Em Campo Verde existem todas as condições para novos investimentos, além dos incentivos da administração municipal, o empreendedor encontra aqui localização estratégica, energia elétrica em abundância, rodovias pavimentadas e bem conservadas como a BR 070, MT 344 e MT 140. Uma excelente estrutura de armazenamento garante tranqüilidade aos proprietários rurais na hora de estocar a produção agrícola.

Agricultura

As terras de Campo Verde começaram a ser cultivadas com a soja na década de 80, de lá para cá, novas tecnologias de cultivo e sementes adaptadas ao clima e ao solo do cerrado, fizeram com que a área ocupada com a cultura aumentasse e a produtividade atingisse níveis excelentes, superando as 50 sacas por hectares. Opção para os produtores durante a entre safra, o milho safrinha ocupa uma área de aproximadamente 43 mil hectares/ano alcançando média de produtividade superior a 80 sacas por hectares. A principal cultura de Campo Verde é o algodão, que começou a ser cultivado na região em 1994 quando foram plantados 400 hectares. De lá para cá, a área não parou de crescer e hoje ocupa 70 mil hectares. Com o clima e solo favoráveis, o município é o maior produtor de algodão em pluma do Brasil, com uma produtividade média de 250 arrobas por hectare. A qualidade da fibra produzida em Campo Verde tem atraído a atenção de compradores de países como a Índia, China, Peru e Estados Unidos da América. Atualmente 17 indústrias algodoeiras de médio e grande porte estão instaladas no município, três delas são consideradas as mais modernas em operação no Brasil. Responsável pela geração de milhares de empregos diretos e indiretos, o algodão é hoje uma das principais bases de sustentação da economia local.

Avicultura

Avicultura de Corte

Um projeto implantado no início dos anos 90 trouxe aos proprietários rurais de Campo Verde a oportunidade de terem em suas propriedades mais uma fonte de renda com a criação de frangos de corte através do sistema de integração. Anualmente são alojadas e abatidas 36 milhões de aves, cerca de 140 mil frangos são abatidos diariamente no município. Esses números garantem a Campo Verde o título de Capital Estadual do Frango. A atividade reúne aproximadamente 162 avicultores e é grande geradora de receita e empregos no município.

Aves de Postura

Campo Verde é hoje o maior produtor de ovos comerciais do estado de Mato Grosso. O município conta com quatro granjas e um plantel de 1.200 milhão de aves alojadas. Diariamente são produzidas 1.900 caixas de ovos, com 30 dúzias cada. As produções abastecem o mercado local, o excedente é exportado para outras regiões de Mato Grosso e para os estados de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Goiás. Cerca de 70% da produção de ovos em Campo Verde utiliza tecnologia de ponta, com sistema de coleta, classificação e embalagem automatizado. As técnicas de criação das aves são importadas de países como Holanda e Estados Unidos, o que garante maior sanidade ao plantel e menor índice de mortalidade.

Suinocultura

Iniciada no município em meados da década de 90, a suinocultura aponta um horizonte promissor, em Campo Verde. Atualmente a cidade conta com um plantel de 3800 matrizes alojadas. A atividade vem ganhando espaço entre grandes e pequenos produtores e registrando taxas de crescimento anual que variam entre 15 e 20%. Das granjas instaladas no município saem todos os anos 83 mil animais para o abate, o que representa mais de oito mil toneladas de carne suína. Toda a produção é exportada para estados vizinhos e de lá segue via empresas especializadas para países como Rússia e China.

Pecuária de corte e Leite

De acordo com dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (INDEA), Campo Verde conta com um rebanho bovino de 105 mil cabeças. A pecuária de corte é basicamente extensiva, com os animais criados a pasto, porém nos últimos anos alguns produtores estão apostando na técnica do confinamento para obter animais mais pesados num menor espaço de tempo. A pecuária leiteira recebe do município incentivo que visa incrementar e aumentar a produtividade, como resfriadores de leite e um programa de melhoramento genético através da inseminação artificial.

Turismo

Turismo Tecnológico

Campo Verde foi o primeiro destino brasileiro preparado para o turismo tecnológico. Aqui pulsa o agronegócio em harmonia com o ecoturismo.

É um novo segmento que ajuda o mercado de vendas de produtos turísticos. Os interessados em conciliar viagens com conhecimentos agregados à indústria de água mineral, agricultura, confinamento de gado e piscicultura, Campo Verde é o lugar certo.

O turismo tecnológico tem atraído turistas, principalmente estrangeiros, todavia atinge estudantes, graduados em áreas afins, empresários e investidores.

Ecoturismo

Campo Verde está localizada à 130 km de Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso sobre o Cerrado Matogrossensse. Possui um clima agradavelmente pitoresco e arquitetura moderna. Uma cidade progressista que tem em seus arredores áreas com uma beleza incrível de ecoturismo. Campo Verde é uma ótima opção de lazer e turismos para aqueles que apreciam a natureza.

Expoverde

A vitrine do município, a Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Campo Verde é promovida pela Prefeitura Municipal e Sindicato Rural, fundada em 2001 pelo entao prefeito da cidade Onescimo Prati e pelo entao presidente do sindicato rural Fernando Lehnen juntamente com o secretario de administraçao da prefeitura municipal Said Saleh. A Expoverde se transformou em uma vitrine onde todas as riquezas e potencialidades do município são expostas. A feira, realizada no final do mês de julho e início de agosto, reúne rodeio que oferece uma das maiores premiações do país. Na Expoverde há exposição de grandes e pequenos animais, mostras de máquinas agrícolas, festas gastronômicas, leilões e shows artísticos de renome.

A Expoverde atrai todos os anos cerca de 30 mil visitantes e movimenta aproximadamente 10 milhões de reais. Apesar de pouco tempo de realização, a Expoverde já é considerada uma das seis maiores de Mato Grosso.