Campo Grande - MS
Campo Grande - MS

Capital Campo Grande - MS                       
Area (Km²)   357 124,962
Números de Municípios 79
População estimada em 2010        2 449 341

Iguaraçu 1 - PR Iguaraçu 2 - PR Iguaraçu 3 - PR Iguaraçu 4 - PR

Iguaraçu - PR

Iguaraçu - PR                                Paraná - PR                                  
População 3.992
Iguaraçu é um município brasileiro do estado do Paraná.

Sua população estimada em 2006 era de 3 824 habitantes. Situa-se na Região Metropolitana de Maringá.

História

Mediante as informações adquiridas, a colonização de Iguaraçu ocorreu nos períodos de 1938 a 1940, tendo como referência seu nome, que é indígena e signifia "Canoa Grande". No ano de 1942, passou a ser distrito de Astorga.

Entre os primeiros colonizadores destacaram-se Francisco Emboava, Paulo Nagli, João Fernandes da Fonseca, Antônio Fernandes da Fonseca, Salvador Alves, Antônio Pedro da Silva, José Junqueira, Geraldo Gonçalves Mendes, que chegaram aqui e fizeram os primeiros desmatamentos por tratar-se de um lugar novo. Alguns dos desbravadores, que acreditavam realmente no progresso e na esperança de dias melhores, chamavam o lugar de "Vida Nova", pois para muitos significava o início de uma nova vida. Mas também existiam alguns pessimistas que a chamavam de terra do "Deus me livre".

As primeiras demarcações de terra foram executadas pelo Sr. José Leite e seus peões. Mais tarde, o Sr. Batista Bonora foi o responsável pela abertura das primeiras ruas.

Por volta de 1947, já havia sido instalada a primeira serraria, em funcionamento. A partir de então, surgiram as construções que resultavam em moradias, comércios, enfim, no crescimento local. Consequentemente, em 1947 surgiu o comércio para suprir as necessidades básicas como estadia, refeição, gêneros alimentícios, ferramentas, entre outros.

Para uma melhor subsistência, o Sr. Adolfo Schindler fez um poço que fornecia água de boa qualidade, mas a instalação e a distribuição de fonte natural passou a existir a partir de 1969 a 1973.

O progresso trouxe a ampliação do comércio, surgiu a primeira farmácia (Sr. Hélio dos Reis Figueiredo), o primeiro posto de combustível (Sr. Pedro Martins), e até a primeira sorveteria (Sr. Ângelo Marcolino).

Devido ao crescimento, se fez necessária a nomeação da primeira professora, Srª Maria Aparecida Sparapan, que substituiu a Srª. Benedita que deu início às primeiras aulas, mas tempo depois abandonou pelo difícil acesso ao povoado.

Com o desenvolvimento do comércio, surgiu também o hospital do município, que era de propriedade do Dr. Nivaldo Luiz Duarte, que era médico do Estado e ocupava grande destaque na sociedade iguaraçuense. Dr. Nivaldo participou da primeira turma de rotarianos de Iguaraçu, era uma pessoa muito influente em nossa cidade e dava uma atenção especial ao lado social.

O rodão de água da Fazenda do Sr. João Fernandes foi o primeiro gerador de energia, somente mais tarde criou-se uma associação que construiu uma pequena usina hidroelétrica na Fazenda de São Sebastião (terreno cedido pela família Martins Silva).

Outra novidade foi a empresa Delgado de Arapongas que chegou ao povoado para prestar os primeiros serviços de transporte coletivo.

Muitos fatos importantes ocorreram a partir de então, como a primeira missa celebrada pelo Padre Luciano Ambrosine, no dia 8 de dezembro de 1947, com o levantamento do Cruzeiro. No entanto, o padre oficial veio a ser o Sr. Ambrósio Markes. Nesta ocasião fizeram uma festa arrecadando fundos para a construção da primeira igreja católica. Depois disso, foram realizados vários eventos do mesmo caráter, destinados ao mesmo fim. A respeito desta construção sabe-se que havia uma comissão composta pelo tesoureiro Sr. Hélio Reis Figueiredo, Antônio Schiavinato (doador da imagem de Nossa Senhora Aparecida) e Armando Schiavinato (construtor da obra).

O sino da respectiva igreja foi fundido na Casa Minati, em Londrina, e sua compra deu-se através dos fundos arrecadados em listas de doações organizadas pelo Sr. Orlando Porto.

Formação Administrativa

A Lei Estadual n° 1.542, de 14 de dezembro de 1953, cria o Distrito Judiciário de Iguaraçu, na Comarca de Astorga.

Pela Lei Estadual n° 2.505, de 22 de novembro de 1955, é criado o Município de Igauraçu, desmembrado do Município de Astorga.

Instalado em 16 de dezembro de 1956.

A Lei Estadual n° 26, de 23 de Abril de 1963, altera divisas do Município de Iguaraçu.