Campo Grande - MS
Campo Grande - MS

Capital Campo Grande - MS                       
Area (Km²)   357 124,962
Números de Municípios 79
População estimada em 2010        2 449 341

 

 
Amambaí 1 - MS Amambaí 2 - MS Amambaí 3 - MS Amambaí 4 - MS

Amambaí - MS

Amambaí - MS                                                      Mato Grosso do Sul - MS                                  
População 34.986
Amambai é um município brasileiro do sul de Mato Grosso do Sul,

situado a 90 km de Ponta Porã e 50 km de Coronel Sapucaia (fronteira com o Paraguay). O Município está localizado numa região de relevo levemente ondulado, predominando os “Campos de Vacaria“ e “Mata de Dourados“.

História

Povoamento

A história de Amambai se confunde com a história da erva mate sulmatogrossense. Os nomes dos rios e córregos do sul de Mato Grosso, onde se encontra atualmente Amambai, são nomes de língua guarani, o que comprova a ocupação da região por índios guaranis desde a era pré-colombiana, intensificando-se com o fim da Guerra da Tríplice Aliança. Recebeu, inicialmente, a denominação de Paz Nhú Vera e logo depois Patrimônio da União, sendo que os moradores do lugar formaram uma comissão para pedir ao Estado a legalização do Patrimônio União, que foi posteriormente batizada de Vila União. Mais tarde os serviços geográficos opinaram que fosse trocado o nome do lugar. Entre as idéias apresentadas surgiu Ervanópolis, Valenciópolis e Amambai. Considerando-se a originalidade e eufonia lingüística os serviços geográficos optaram por Amambai. Naquela época, Amambai era simplesmente uma parada de carretas. Suas vertentes, suas sombras e seu posto foram motivo de descanso para os viajantes. A antiga paragem de carretas pouco a pouco foi formando um núcleo de vivendas.

De antiga paragem de carretas a município pólo da região sul de Mato Grosso do Sul

Durante a demarcação de fronteiras entre Brasil e Paraguai, os grandes ervais nativos nas bacias dos rios Iguatemi e Amambai chamaram a atenção por sua cor deslumbrante e porte exuberante, começando em 1878 a exploração da erva mate nesta região. Nessa epoca, o catarinense Thomás Laranjeira deu início ao seu grande empreendimento ervateiro que foi o ouro verde da região: foi criada a Companhia Matte Laranjeira, que, para melhorar o escoamento de seus produtos, modernizou seus meios de transporte, abrindo estradas nas matas e nos campos. Os ervateiros da região apenas cortavam, ensacavam e tostavam a erva, que era mandada para a Argentina por meio de carretas de boi e retornava industrializada, mais cara, pronta para o mate, tereré e chá, bebidas típicas. Em 1883 Tomás teve como sócios os irmãos "Murtinho". (mato-grossenses de destaque no mundo político e econômico). Com o aumento da produção a empresa modernizou seus meios de transporte. Quando a Argentina proibiu a importação de erva-mate brasileira houve uma grande crise na região e procurou-se outras atividades comerciais. Começou a exploração da madeira, por ser uma região de bastante floresta, chamando a atenção das serrarias. A madeira, que era mandada para o sudeste, vinha em forma de móveis muito mais cara. Por esse motivo, em 3 de agosto de 1903, se fixaram ali Januário Lima, Marcelino Lima, José Garibaldi Rosa, Oscar Trindade e outros.

Com o fim do ciclo da madeira, por volta de 1905, os gaúchos, sabendo que os campos e coxilhas do sul da região eram semelhantes aos da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina, sobretudo das regiões das Missões, mudaram-se a esta região com seus mantimentos, carretas e cargueiros, onde havia tranqüilidade e área bastante para a lavoura e criação de gado. Instalaram-se na região diversas caravanas formadas por gaúchos e estrangeiros. Um deles, o gaúcho Romualdo Portela, propiciou uma época de fartura em Amambai e impulsionou seu desenvolvimento desde os anos 30 até os anos 50 e faleceu em 1970. Sendo o maior ervateiro da região, ele comandou e financiou a criação da Cooperativa dos Ervateiros de Amambai, montou o primeiro moinho de erva-mate de Amambai e uma atafona em sua fazenda. (Atafona é um conjunto de máquinas para fabricação de farinha de mandioca). Romualdo foi o pioneiro da industrialização da cidade. A fazenda dele tinha 7.000 hectares de erva-mate e localizava-se no Guassuti, entre Amambai e a atual Coronel Sapucaia (apesar de tudo isso, até hoje não há uma rua com o nome dele na cidade).

Município de Mato Grosso do Sul

Foi elevada a distrito de Ponta Porã pela lei número 658, de 15 de junho de 1914. Em 28 de setembro de 1948, através do decreto Lei número 131, foi criado o município de Amambai, sendo instalado a 1 de janeiro de 1949. Amambai iniciava uma nova vida administrativa, sendo Sidney Batista seu primeiro prefeito. Fez-se dona de todo sul de Mato Grosso de Sul e passaram a depender de Amambai os distritos de Iguatemi, Tacuru, Coronel Sapucaia e Paranhos. A emancipação do Município foi uma grande vitória para o povo da região. Sua cooperação a favor da região motivou a criação do município de Iguatemi, que mais tarde desmembrou-se de Amambai, bem como o de Sete Quedas, Paranhos, Tacurú e Coronel Sapucaia. Em 1977 o sul de Mato Grosso se emancipa formando o atual estado de Mato Grosso do Sul com capital em Campo Grande, a qual Amambai faz parte atualmente. Na época do ouro verde não havia crise em Amambai, mas desde que a Argentina proibiu a importação de erva-mate brasileira a cidade coleciona crises como a da febre aftosa, em que o exterior suspendeu temporariamente a importação de carne brasileira (em 2005), e a crise da demarcação de terras indigenas (em 2009). Apesar disso Amambai conseguiu lentamente tornar-se a próspera cidade que é hoje, quase toda asfaltada, com vários monumentos pantaneiros e regionais.

Geografia

Localização

O município de Amambai está localizado no sul da região Centro-Oeste do Brasil, á sudoeste de Mato Grosso do Sul (Microrregião de Dourados) e próximo da fronteira com o Paraguai. Possui latitude de 23º06’15” Sul e longitude de 55°13’33” Oeste. Localiza-se a 1.517 km de Brasília, 382 Km de Campo Grande, capital do Estado, sendo asfaltados os acessos de Ponta Porã a Amambai (90 km), de Mundo Novo a Amambai (168 km) e acesso de terra de Caarapó a Amambai (85 km).

Geografia física

Solo

Solo de terra roxa.

Relevo e altitude

Situa-se numa região de relevo levemente ondulado, estando a uma altitude de 480 metros.

Clima, temperatura e pluviosidade

Está sob influência clima tropical (AW) com média de 22ºC.

Hidrografia

Está sob influência da Bacia do Rio da Prata.

Vegetação

Predomina os “Campos de Vacaria “ e “ Mata de Dourados “

Agropecuária

A agricultura e a pecuária são mais desenvolvidas, sendo a maior fonte econômica.

    Pecuária: rebanho de 350 mil bovinos
    Arrecadação ICMS 2001 setor pecuária: 1 milhão e 750 mil reais
    Agricultura: 30 mil ha cultivados
    Suinocultura: 2.200 matrizes alojadas com uma produção anual de 44 mil leitões, é o 4º pólo estadual de suinocultura
    Avicultura: produção anual de 4 milhões e 160 mil aves