Vitória - ES
Vitória - ES

Capital Vitória - ES                               
Area (Km²)   46 077,519
Números de Municípios 78
População estimada em 2010 3 512 672

 

 
Guaçuí 1 - ES Guaçuí 2 - ES Guaçuí 3 - ES Guaçuí 4 - ES

Guaçuí - ES

Guaçuí - ES             Espirito Santo - ES
População 27 853
Guaçuí é um município brasileiro do estado do Espírito Santo, cuja população estimada em 2008 era de 26.648 habitantes.

História

Guaçuí era dominada por tribos descendentes da nação tupi - os Puris -, localizadas num aldeamento onde está a sede do distrito de São Pedro de Rates. Procedentes de Minas Gerais, os desbravadores da região, comandados pelo capitão-mor Manoel José Esteves de Lima, ultrapassaram os contrafortes da serra do Caparaó, de norte para sul e promoveram a instalação de uma Povoação, às margens do rio Veado, no início do século XIX.

O pequeno exército que o jovem Manoel José Esteves de Lima de apenas 23 anos organizou para desbravar as terras sul capixabas era formado por apenas 72 homens. Em busca de riquezas e fugindo da decadência das Minas Gerais após os anos de riqueza provindo da extração do ouro, o pequeno exército de Manoel J. Esteves de Lima chegou a ainda isolada região que o hoje é Guaçuí, se instalando onde é atualmente a "Rua da Palha" no início do século XIX. Entre outros que acompanhavam o jovem desbravador, estavam Manuel Domingos Viana, João Damasceno Barbosa, Joaquim Gomes de Azevedo, Manuel Francisco de Carvalho, Luís Francisco de Carvalho, Domingos José Gonçalves de Ataíde, Antônio Ouriques de Aguiar, José de Aguiar Valim, Silvestre Joaquim da Rosa, Francisco Joaquim Lobato e Justino Maria das Dores.

Ainda no início da colonização, após a sobrepujação aos indígenas que viviam na região, uma disputa entre os próprios desbravadores se instalou sobre se a nova localidade pertenceria a Minas Gerais ou ao Espírito Santo. Após alguns anos de disputa no tribunal europretrano – de 1858 a 1860 – é decidido que a nova localidade ficará como terras do Espírito Santo.

Desde a chegada dos primeiros desbravadores a localidade teve várias denominações até receber o nome de Guaçuí. Seu primeiro nome foi São Bom Jesus do Livramento, em 1866 quando ela é elevada ao nível de distrito é renomeada São Migual do Veado, em 1928 elavada a município recebe o nome de Veado, em 1931 é novamente renomeada para Siqueira Campos e em 1943 de Guaçuí.

Assim sendo, o povoamento da região se deu no contexto da marcha do café sobre terras capixabas. A formação do gentílico é marcada pelo processo de ocupação. Povoamento que se deu em meados do século XIX, por mineiros e fluminenses, com a formação de grandes fazendas cafeeiras na região Sul do Estado do E.S. sustentadas por trabalho compulsório, e posteriormente com a incorporação de mão de obra imigrante – massivamente italiana – no contexto de substituição da mão de obra escrava na lavoura nos anos finais do século XIX.

    Sobre o significado da palavra Guaçuí. Ela é originada da palavra "Guassu" - que em Tupi-guarani equivale a veado - e a terminação "y" a rio. Assim "Guassu-y" (ou como a escrevemos Guaçuí) quer dizer rio veado. Conta-se que a origem do nome está no fato de que quando os desbravadores chegaram a região existirem vários veados margiando o rio. Talvez seja importante ressaltar que na época em que Guaçuí se chamava Veado, essa palavra correspondia apenas ao animal mamífero, da família Cervidae - e não a apelidos preconceituosos referentes à homossexualidade.

    Dentre as personalidades históricas da cidade temos a figura do Padre Miguel e da professora Dona Jurema, além de homens como Francisco Lacerda de Aguiar, Cândido Avelino Mendonça, Osório Marques, entre outros. A figura mais conhecida na atualidade é a de Paulo Hartung (governador do E.S. de 2002-2010, marcando um novo momento de desenvolvimento do Espírito Santo).

Geografia

O município de Guaçuí encontra-se na microrregião 7, do Espírito Santo. Limita-se ao norte com Divino de São Lourenço e Ibitirama; a leste, com Alegre; ao sul e sudeste, São José do Calçado; a sudoeste com Bom Jesus do Itabapoana e Varre-Sai; a noroeste, Dores do Rio Preto; oeste Porciúncula (RJ) e Varre Sai (RJ).

Com área de 467 quilômetros quadrados, ocupa 1,0 % do território capixaba e 8,4% da microrregião na qual está inserido. O distrito sede, com latitude de –20,7756 e longitude igual a –41,6794, está localizado a uma altitude de 590 metros. Emancipou-se de Alegre em 1928. De sua área territorial foram desmembrados em 1963 os municípios de Divino de São Lourenço e Dores do Rio Preto. A população, segundo dados do último censo, é de 25.492 habitantes, assim distribuída: 19.192 nas zonas urbanas e, na zona rural, 6.300. Possui tres distritos: São Pedro de Rates São Miguel do Caparaó e São Tiago. A densidade demográfica chega a 55,90 habitantes por quilômetro quadrado.

Clima

O clima é tropical ameno, típico das regiões serranas do Espírito Santo. O inverno é seco, de certa forma rigoroso, influenciado pela altitude da região. A temperatura média anual é de 20°C. As chuvas acontecem, com maior intensidade, entre os meses de outubro a abril, com média anual de 1.300mm. Agradável e úmido, devido a boa posição geográfica

Temperaturas:

    Verão: 24/32º
    Inverno: 4/18º
    Média anual: 20º