Vitória - ES
Vitória - ES

Capital Vitória - ES                               
Area (Km²)   46 077,519
Números de Municípios 78
População estimada em 2010 3 512 672

 

 
Montanha 1 - ES Montanha 2 - ES Montanha 3 - ES Montanha 4 - ES

Montanha - ES

Montanha - ES                     Espirito Santo - ES             
População 17 854
O Município de Montanha está localizado na Microrregião Extremo Norte do Espírito Santo, ocupando uma área de 1.103,7 quilômetros quadrados, distando 334 km da capital (Vitória). Apresentando altitude de 180 metros. Latitude 18° 07' 33" S e longitude 40° 21' 46" W.

A colonização do território do atual município de Montanha teve início por volta de 1949, quando madeireiros, procedentes da Bahia, internando-se nas matas virgens da região, à procura de madeiras para o comércio, acamparam às margens do córrego Montanha. Surgiu pequeno povoado que, mais tarde, recebeu nos nomes de Comercinho da Palha e, posteriormente Governador Jones dos Santos Neves.
Em 1953, o povoado foi elevado à categoria de sede de distrito com a denominação de Montanha, nome do córrego que nasce entre as montanhas de granito, que circundam a cidade.
Formação Administrativa
Distrito criado a denominação de Montanha, pela lei estadual nº 767, de 11-12-1953, subordinado ao município de Mucuricí.
Em divisão territorial datada de I-VII-1955, o distrito de montanha figura no município de Mucuricí.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Montanha, pela lei estadual 1913, de 28-12-1963, desmembrado de Mucuricí. Sede no antigo distrito de Montanha expovoado.
Constituído do distrito sede. Instalado em 16-04-1964.
Em divisão territorial datada de I-I-1979, o município é constituído do distrito sede.
Pela lei estadual nº 3344, de 09-05-1980, o município de Montanha adquiriu o distrito de vinhático. Desmembrado do município de Conceição da Barra.
Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 2 distritos: Montanha e Vinhático.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Economia

O grande destaque na economia de Montanha é o seu rebanho bovino que é beneficiado pela baixa precipitação da região e distribuição dos córregos. Existe um rebanho de 102.200 cabeças, sendo 70% para corte e 30% para leite. Este setor tem forte influência no município. A cultura do café possui uma área plantada de 6.000 ha com produção de 80.000 sacas. Na época da colheita, por um período de 60 dias, são gerados, em média, 5 empregos em cada pequena propriedade. A cultura da mandioca ocupa uma área de 1.500 ha com produção de 30.000 ton. A abóbora e o milho possuem uma área de 800 ha, com produção da abóbora em 6.400 ton. e o milho com 32.000 sacas. O feijão ocupa uma área de 500 ha, com produção de 5.000 sacas (IBGE, 2001). Segundo o IBGE, a fruticultura é representada pela cultura do mamão que ocupa uma área de 49 ha com produção média de 1.642.000 frutos. O abacaxi ocupa uma área de 18 ha, com produção de 59.000 frutos. A banana, em apenas 2 ha, com produção de 3.000 cachos. O coco-da-baía ocupa uma área de 300 ha, produzindo 4.320 frutos .

Pesquisa Futura indica 84% de satisfação da população sobre limpeza urbana

Pesquisa de opinião realizada pelo Instituto Futura, encomendada pelo Governo do Estado, através do programa “Espírito Santo sem Lixão” indica 84% de satisfação da população montanhense com o sistema de limpeza urbana implantada no município. A pesquisa revela ainda que 94% dos entrevistados afirmaram contribuir com a coleta seletiva separando o lixo em seco e úmido. A satisfação da população com o cuidado e responsabilidade com que a administração municipal trabalha a questão do lixo urbano está presente também em outros itens da pesquisa. 77% diz estar satisfeito com a limpeza das ruas e 87.5% afirmaram aprovar o sistema de coleta de lixo. Os resultados apresentados pela pesquisa colocaram Montanha em destaque quanto aos resultados da região em todos estes itens.

 Enquanto os números apontados para a satisfação dos entrevistados quanto à coleta de lixo em Montanha foi de 84%, para a região, o nível de satisfação ficou em 66%. Enquanto 85.6% dos montanheses responderam que há regularidade na coleta de lixo no município, a região chegou a 73%. A prefeita Iracy Baltar disse que a pesquisa não apresenta uma classificação, mas que os resultados apontados quanto à satisfação da população com a limpeza urbana muito a orgulham, e afirma: “Esta é uma conquista de todos nós. Estamos fazendo nossa parte com o funcionamento da usina, com a implementação da coleta seletiva, com a regularidade na coleta do lixo, com a limpeza das ruas; mas nada disto nos colocaria neste patamar não fosse o profundo comprometimento da população”.