Vitória - ES
Vitória - ES

Capital Vitória - ES                               
Area (Km²)   46 077,519
Números de Municípios 78
População estimada em 2010 3 512 672

 

 
Irupi 1 - ES Irupi 2 - ES Irupi 3 - ES Irupi 4 - ES

Irupi - ES

Irupi - ES                               Espirito Santo - ES            
População 11 729
Irupi é um município brasileiro do estado do Espírito Santo.

História

Caparaó foi palco de treinamento de guerrilha, organizada pela resistência de Leonel de Moura Brizola, ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, que com financiamento cubano esperava resistir a tomada do poder, pelos militares, em 1964.

O território que hoje constitui o município de Irupi pertencia inicialmente ao município de Vitória. Com a criação do distrito de Viana, foi anexado ao mesmo, e nele permaneceu, após a sua elevação a categoria de Município, como território do distrito de São Pedro de Alcântara do Rio Pardo, criado pela Lei nº 10/59, em 14 de Julho de 1959. Todo território do distrito do Rio Pardo foi anexado ao município de Cachoeiro de Itapemirim, em 1867.

O município de Rio Pardo foi criado em 1990 quando a promulgação da 1ª Constituição Republicana do Estado do Espírito Santo, sendo dividido em três distritos: a Sede, o Distrito de São Manoel do Mutum e o distrito de Santa Cruz.

Com o transito de pedestres, tropas e carros de boi na segunda metade do século passado, a então fazenda da Cachoeirinha, de propriedade do Sr. Hidário Tomaz, foi-se transformando em um pequeno arraial, com cemitério, capela dedicada a São João Batista e pequenos entre-postos comerciais, até que desapareceu o seu primeiro nome e ficou conhecida como a Cachoeirinha do Rio Pardo, que mais tarde foi substituído pelo topônimo Irupi, de origem indígena que tem os seguintes significados: amigo belo e águas tranqüilas pequenas.

O Município de Irupi foi criado pela Lei de nº 4520/91 de 15 de Janeiro de 1991 pelo Exmº Srº Governador do Estado, Drº Max de Freitas Mauro, ficando dois anos de administração pelo prefeito de Iúna, Wellington Firmino do Carmo, tendo sua instalação em 1º de Janeiro de 1993, após sua 1ª eleição direta, sendo eleito o prefeito Srº Mário Luiz Barbosa. Formada por uma miscigenação de cultura, tem como, ascendente mais diretos, os Portugueses e indígenas do qual vem a atual denominação IRUPI.

A criação do município se deu através da Lei n° 4.520, de 16 de janeiro de 1991. A instalação se deu em 1° de janeiro de 1993. O município de origem foi Iúna.

O município de Irupi localiza-se a uma latitude sul de 20°, 20 e 42" e a uma longitude oeste de Greenwich de 41°, 38 e 28", possuindo uma área de 185 km², equivalente a 0,41% do território estadual.

O município de Irupi está localizado no Estado do Espírito Santo, na região do Caparaó. Limita-se ao norte com o município de Ibatiba, sul, leste, e oeste com o município de Iúna.

Além da sede, com altitude de 730 metros, é compreendido pelo distrito de Santa Cruz.

A bacia que compõe a paisagem hidrográfica do município é a do rio Itapemirim, cuja área é de 185 km², destacando-se como principais rios o Pardo, o Pardinho e o Santa Clara.

Pequeno povoado que era chamado de Cachoeirinha do Rio Pardo, desenvolveu-se com o cultivo do café, que era transportado por carros de boi e tropas de burro.

Irupi faz parte do Entorno do Caparaó e seus principais atrativos são a Pedra da Tia Velha, a Gruta de São Quirino, a Cachoeira do Chiador e a Cachoeira de São José.

Turismo

Pedra da Tia Velha: 10Km da sede, monumento rochoso com aproximadamente 1140 m.

Entorno do Caparaó: Irupi compõe um dos 10 municípios da região do entorno, sendo um dos pontos de melhor visibilidade do pico da Bandeira, com 2890 m

Museu do Centro Espírita São João: Possui peças utilizadas pelos primeiros moradores da região, há pelo menos 120 anos.

Cachoeira do Chiador: 24KM da Sede com suas águas cristalinas.

Museu do Zé: Localizado a 3 km da Sede, guarda objetos (não catalogados) da história do município.

Geografia

Sua população estimada em 2010 era de 11.723 habitantes. O município fica na Serra do Caparaó, onde os primeiros habitantes - os Botocudos e os Puris - se orgulhavam de convidar os visitantes para "ouvir o silêncio".

Vegetação

É formada por requisitos de Mata Atlântica, devastada em função do avanço da cultura cafeeira. Nela ainda encontram-se ipês, cipós-cravo, jequitibás, arrudas, samambaias, confreis, entre outros.Observa-se também a presença de pequenas florestas de eucaliptos, cujo plantio é incentivado pela Aracruz celulose.

Clima

O clima predominante é o de montanha, onde as chuvas são abundantes de outubro à dezembro. A temperatura média é de 19,44°C e a precipitação pluviométrica é de aproximadamente 1.200 mm/ano.