Fortaleza - CE
Fortaleza - CE

Capital Fortaleza - CE                             
Area (Km²)   148 825,602
Números de Municípios 184
População estimada em 2010 8 448 055

 

 
Canindé 1 - CE Canindé 2 - CE Canindé 3 - CE Canindé 4 - CE

Canindé - CE

Canindé - CE                                    Ceará - CE                                        
População 74.486
Canindé é um município brasileiro do estado do Ceará,

localizado na microrregião do Canindé, mesorregião do Norte Cearense. É a cidade na qual ainda se festeja uma das mais antigas festas religiosas do Brasil: a Festa de São Francisco das Chagas.

História

A região das nascentes e margens do rio Curu e seus afluentes, bem como do os afluentes do Choró, era habitada por índios de origen Tapuia: Jenipapo, Kanyndé. A partir do século XVII, os portugueses começaram a ocupar estas terras, via o sistema de sesmarias, para a criação de gado e a lavoura no ciclo econômico de carne de sol e charque.

Em 1775, o sargento-mor português, Francisco Xavier de Medeiros, estabeleceu-se às margens do Rio Canindé, e logo depois iniciou a construção de uma capela em honra a São Francisco das Chagas, que é o marco histórico e religioso de Canindé.

Esta capela ficou pronta em 1796, depois de disputas jurídicas e paralisações devido a Seca dos Três Setes (1777) e também a seca de 1793. A primeira imagem de São Francisco, que veio de Portugal, é mais conhecida como São Francisquinho.

Geografia

Clima

Tropical quente semi-árido com chuvas concentradas de fevereiro a abril. A precipitação pluviométrica média anual é 756 mm. Temperatura máxima de 32 °C e mínima de 24 °C (médias)

Hidrografia e recursos hídricos

As principais fontes de água fazem parte da bacia do rio Curu e Metropolitana, sendo os princiapis afluentes os rios: Canindé, Curu, Choró, Salão, Batoque, Cangati, Juriti; os riachos: dos Grossos, das Furnas, da Conceição e outros tantos. Existem ainda diversos açudes, dentre eles: Ipueira da Vaca, Logradouro II, Salão, São Mateus, Caracas, Sousa e Barra Cacão (todos da Bacia do rio Curu). No momento, está sendo construído o Açude Escuridão. 1 Adutora (Adutora Canindé) e 220 poços.

Relevo e solos

Solos:Não-cálcico (55,14%), litólicos,planossolo solódico (12,52%) e podzóiico vermelho-amarelo (4.04%).

Economia

    Agricultura: algodão herbáceo e arbóreo, banana, milho, feijão e mamona.
    Pecuária: bovinos, suínos e avícola.
    Piscicultura
    Indústria: tem 22 indústrias, sendo uma têxtil, uma extrativa mineral, quatro de madeira, cinco de produtos minerais não-metálicos, oito de produtos alimentares, uma de mobiliário e duas de vestuário, calçados e artigos de tecidos, couro e peles.

Em seu território, foram encontradas ocorrência de jazidas de berilo (empregado como pedra semipreciosa nas indústrias de equipamentos espaciais e usinas atômicas); calcário (encontrado em forma cristalina), cianita (utilizado na fabricação de porcelana); espodumênio (que é uma das fontes do lítio); grafita granada, lepidolita (que é fonte de obtenção do lítio), moscovita (mica-branca), quartzo, quartzo-róseo, ametista (que é uma variedade do quartzo), feldspato (usado na fabricação de porcelana e cerâmica branca) e rutilo.

Outra importante fonte de renda é o turismo religioso.

Cultura

O principal evento cultural é a festa do padroeiro: São Francisco das Chagas -, popularmente conhecida como a Romaria de Canindé. Uma das festas religiosas mais antigas do estado de Ceará.

Um grande evento religioso na qual Canindé recebe todos os anos cerca de 2,5 milhões de romeiros franciscanos de todo o país, sendo a cidade com a maior romaria franciscana da América Latina. Ainda hoje é conduzida solenemente a imagem grande de São Francisco, mais conhecida como São Francisquinho, na tradicional procissão do dia 4 de outubro, durante a Festa de São Francisco das Chagas. A cidade possui também a maior estátua de São Francisco de Assis do mundo, que mede 30,25 m de altura.

Outro importante evento acontece em janeiro, quando Canindé recebe vários turistas de todo o Ceará para o tradicional baile do Hawaí (Hawaí Folia). Uma espécie de carnaval fora de época, que sacode toda a cidade e região. Outras festas são a Festa das Flores, a Festa do Coco, o Carnaval da Saudade e a Festa do Município, esta última celebrada anualmente no dia 29 de julho, data de fundação da cidade.

O teatro também faz parte da cultura local. Todos os anos acontece o espetáculo "Francisco: O homem que se tornou santo" - maior espetáculo teatral ao ar livre do Ceará. Conta com cerca de 300 pessoas, entre atores, figurantes e técnicos, que se dividem no palco para contar a história de seu padroeiro. O jovem Francisco Bernardone é representado pelo o ator canindeense Jucélio Nell. O espetáculo fica em cartaz todos os anos nos finais de semana de setembro e outubro.