Salvador - BA

Salvador - BA

Capital         Salvador - BA 
Área (km²) 567 295,669                                
Número de municípios 417
População estimada  em 2010   14 016 906

 

 
Bom Jesus da Lapa 1 - BA Bom Jesus da Lapa 2 - BA Bom Jesus da Lapa 3 - BA Bom Jesus da Lapa 4 - BA

Bom Jesus da Lapa - BA

Bom Jesus da Lapa - BA Bahia - BA                          
População 63 508
Bom Jesus da Lapa é um município brasileiro do estado da Bahia, situado a 796 km da capital estadual. A sua população em 2007 era de 62.199 habitantes conforme o IBGE, mas a estimativa em 2009 tenha aumentado para 66.192 habitantes. Possui uma área total de 4148,5 km² e é banhada pelo rio São Francisco. Suas atividades econômicas estão baseadas na agricultura, comércio, turismo e pesca.

A cidade de Bom Jesus da Lapa concentra a segunda maior festa religiosa católica do Brasil, no mês de agosto, conhecida como a procissão ou romaria do Bom Jesus em que atrai milhares de fiéis todos os anos, por este motivo é conhecida como a “Capital Baiana da Fé”.

O grande diferencial entre Bom Jesus da Lapa e as outras cidades da região é o morro em estilo gótico e suas grutas que lhe conferem um clima místico e diferenciado.

A Lapa é uma região que fazia parte da sesmaria do Conde da Ponte, Antônio Guedes de Brito, quando Francisco de Mendonça Mar, peregrino para uns, andarilho para outros, descobriu um morro à margem direita do Rio São Francisco, em 1691. Nas redondezas do lugar existiam apenas alguns currais de gado e empregados de Antônio Guedes. O monge, como mais tarde ficou conhecido, tinha por esse tempo uns trinta anos. Distribuiu os seus bens, fez-se pobre, andou pelo sertão vestido de um grosso burel e carregando uma imagem do Bom Jesus.

Caminhou cerca de duzentas léguas por entre tribos de índios, esteve exposto aos perigos das onças e outros animais selvagens que abundavam nas florestas virgens do sertão.

Em 1691, Francisco de Mendonça Mar descobre o morro que viria a ser o [Santuário de Bom Jesus da Lapa]. Numa de suas inúmeras grutas, começa uma vida de eremita, devoto do Jesus e de Maria da Soledade.

A cidade de Bom Jesus da Lapa começou sua existência à sombra do Santuário do Bom Jesus. Na data em que o Monge chegou a este lugar, havia entre o morro e o rio São Francisco apenas algumas palhoças de índios Tapuias. Mas, com o tempo, foram agregando-se devotos que resolveram fazer sua moradia perto do lugar, onde se achava a imagem do Bom Jesus. O Monge construiu junto ao Santuário, um hospital e um asilo para os pobres e doentes, dos quais cuidava. Assim começou a crescer ao lado da lapa do Bom Jesus um povoado, assumindo o mesmo nome de Bom Jesus da Lapa.

Graças às constantes peregrinações que se transformaram em grandes e permanentes romarias de fiéis ao Santuário do Senhor Bom Jesus, o povoado foi se desenvolvendo, transformando-se em vila em 1870, atingindo a categoria de cidade em 1923 e chegando a ser município em 1953.

Ainda hoje a crença Católica é muito forte na cidade e isso se reflete nas inúmeras igrejas espalhadas por todos os bairros.

Centro – É o bairro mais movimentado de toda a cidade. Nele estão os principais pontos comerciais da cidade: famárcias, supermercados, clínicas particulares, bancos, casas lotéricas etc. Também comporta o Santuário do Bom Jesus, a praça Marechal Deodoro (antiga praça da prefeitura), a Câmara de Vereadores, algumas secretarias, o Hospital Municipal Carmela Dultra, a sede da CODEVASF e a Filarmônica Euterpe Lapense.

São Gotardo – Abriga escritórios de advocacia, a lagoa do São Gotardo, que, na época de chuvas, alaga as casas adjacentes.

Amaralina - Considerado um dos bairros nobres da cidade, por conter casarões e ser muito calmo, nele pode-se encontrar o Ginásio de Esportes do município, o Estádio Benjamim Farah, o campus da Universidade do Estado da Bahia - UNEB e a Catedral Nossa Senhora do Carmo (em construção).

João Paulo II – É um bairro humilde localizado entre a Amaralina e a Vila Nova. Continha casinhas padronizadas, escolas municipais e estaduais e pessoas de baixo poder aquisitivo. Porém atualmente se tem uma população diversificada podendo assim ser conter pessoas de alta renda. Além das melhorias realizadas nesse tempo que tornou o bairro mais rico e melhor visto pela população em geral.

São João - Nele se encontram o Colégio e a Biblioteca Pública Estadual Luís Eduardo Magalhães, o aeroporto da cidade com vôos para Salvador, Guanambi e Barreiras e alguns vôos particulares para Brasília e demais capitais, o Fórum Bernadino de Souza e é onde acontece anualmente uma das festas joninas mais animadas da cidade. Pode se encontrar também a igreja do São João.

Maravilha I & II – São bairros recém formados. Ainda não receberam pavimentação, mas estão se desenvolvendo.

Beira Rio – Bairro de classe média baixa, é próximo ao Mercado Municipal. Abriga o cáis do Rio São Francisco. Há um calçadão ao redor do rio onde dá acesso ao Santuário do Bom Jesus.

Cavalhadas – É próximo ao Beira Rio e ao Iraque. É bem simples e nele encontra-se uma pracinha.

Barrinha – Localiza-se do outro lado do rio. Um bairro distante da cidade, mas com uma vista deslumbrante para o Rio São Francisco.

João Paulo II - Lá se encontra uma Feira Livre, realizada aos domingos, também temos as escolas municipais Agenor Magalhães, Martinha Gonçalves além das estaduais Maria Vitalina Maria de Jesus e Isabel Bonfim, acontece anualmente o Arraiá da Catarina realizado na Rua Santa Catarina.

Jurema – Um bairro distante da cidade, não é calçado.

Nova Brasília - O bairro mais próximo a gruta do Bom Jesus, recebe em torno de 1 milhão de pessoas todos os anos na festa do Bom Jesus e de Nossa Senhora da Soledade, é um bairro considerado periférico pois suas ruas são muito pequenas e suas casas mal construídas mas é de extrema importância para a cidade, nele se encontram o cais e uma das agências dos Correios.

Parque Verde - É um bairro arborizado, além de ser povoado e ficar ao lado da entrada da cidade, serve como rota de escape para os veículos que querem chegar ao interior do município sem passar pelo trânsito do centro.

Vila Maia - E considerado um dos bairros mais pobres da cidade pois lá nõo existe nenhum tipo de pavimentaçao, seus esgotos são a céu aberto a muita dificuldade para se encontrar algo lá que é o bairro mais distante do centro.

Lagoa Grande – Localizado na saída da cidade. Abriga o aeroporto da cidade e a rodoviária.

Bairro Magalhães Neto - Bairro vizinho ao João Paulo II, também conhecido como "casas de bloco", pelo fato de terem suas casas construídas com blocos de alvenaria, também um lugar simples, lá encontramos a Praça do Magalhães Neto além da Igreja de São Miguel.

A cidade de Bom Jesus da Lapa abriga diversos pontos turísticos, como:

.Passeio turístico de lancha pelo rio São Francisco, passando debaixo da ponte Gercino Coelho, a Barrinha (lado oposto do Rio) onde se pode descer e saborear um delicioso peixe frito com uma vista deslumbrante e panorâmica do Rio São Francisco. Também se pode tomar um banho às margens do rio.

.Gruta do Bom Jesus e a de Nsª. da Soledade e demais grutas que se encontram entranhadas no morro. Durante o período de romaria, missas são realizadas todos os dias em todos os turnos. Logo na porta, se pode encontrar inúmeras barraquinhas com diversos artigos religiosos.

.Subir o morro da Lapa. Entretanto, há dois caminhos, embora ambos dão acesso ao topo do morro, onde se encontra o cruzeiro e estátuas de tamanho natural relatando a última estação da Via Cruzes. Mas esse trajeto é apenas aconselhável a pessoas que tem boas condições físicas, pois o caminho do morro é extenso e um pouco cansativo devido às pedras irregulares e lisas.

.Praça Marechal Deodoro da Fonseca (praça da antiga Prefeitura Municipal). Sua programação noturna é muito animada, principalmente no período de romaria que compreende de julho à setembro. Há muitos restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, parque de diversão, barraquinhas que vendem diversos tipos de coisas e geralmente são realizados shows de pequeno porte.