Manaus - AM
Manaus - AM

Capital   Manaus - AM
Área (km²) 1.570.745,680                                                            
Número de municípios                                         62
População estimada em 2010                             3.480.937

 

 
 
Maraã 1 - AM Maraã 2 - AM Maraã 3 - AM Maraã 4 - AM

Maraã - AM

Maraã - AM           Amazonas - AM  
População 17 507
O município de Maraã é banhado pelo rio Japurá, que o atravessa de um extremo a outro. Quando o Cel. Joaquim Tonico Valente era Governador (1763-1779) da Capitania, foram fundadas nas margens do Japurá, em território hoje do município de Maraã, as povoações de Santo Antonio do Mapiri, São Matias e São Joaquim do Macapiri, atualmente desaparecidas.
Em 1774-75 ou 1785, na aldeia de Santo Antônio de Mapiri realizava-se a pacificação dos índios Muras, por Matias Fernandes, Diretor da aldeia.
Em 01.12.1938, pela Decreto-Lei nº 176, o distrito de Maraã foi criado integrando o município de Tefé, de cujo distrito sede foi desmembrado.
Em 19.12.1955, pela Lei estadual nº 96, o distrito de Maraã é desmembrado de Tefé, dando origem a dois novos municípios: Japurá e Maraã.
Em 07.05.1956, o município foi instalado.

Significado do Nome
A denominação “Maraã” provém do igarapé de mesmo nome, cuja foz, no Japurá, está situada a sede do município.

- Agricultura: em geral, no município, são cultivadas culturas de ciclo vegetativo longo (perene) como: os citros, abacate, banana, etc; na várzea (terras férteis, corrigidas a cada vazante com fertilizantes naturais), cultivam-se culturas temporárias principalmente milho, mandioca, arroz, tabaco e outras.
- Pecuária: representada por pequena criação de bovinos e suínos. A produção de carne e leite está voltada para o consumo local.
- Pesca: constitui-se na base alimentar da região destacando-se os espécimes, como pirarucu, tambaqui, tucunaré e pirapitinga. A captura de peixes lisos é destinada à exportação. A caça é praticada em menor escala, muito mais para seu consumo.
- Avicultura: como na grande maioria dos municípios do interior do estado a criação de aves se restringe ao consumo local e familiar.
- Extrativismo Vegetal: atividade secular e tradicional, representada pela exploração de seringais e castanhais nativos e madeiras em toras.