Manaus - AM
Manaus - AM

Capital   Manaus - AM
Área (km²) 1.570.745,680                                                            
Número de municípios                                         62
População estimada em 2010                             3.480.937

 

 
 
Jutaí 1 - AM Jutaí 2 - AM Jutaí 3 - AM Jutaí 4 - AM

utaí - AM

Jutaí - AM          Amazonas - AM
População 17 964
Jutaí é um município do Estado do Amazonas, na microrregião do Alto Solimões, mesorregião do Sudoeste Amazonense. O município tem cerca de 25 mil habitantes e 69.857 km². Foi criado em 1955. É o município do Brasil com mais elevado índice de Gini, segundo cálculos do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento de 2001, sendo, portando, o município com maior desigualdade de renda do país, porém, possui a terceira menor taxa mortalidade infantil do Brasil, de apenas 1,7 morte a cada 1.000 nascidos vivos.

As origens do Município de Jutaí remontam ao século XVII, quando o jesuíta Samuel Fritz fundou a aldeia de Tefé. A região foi posteriormente objeto de disputa entre espanhóis e portugueses, vencendo estes, em fins do século XVIII. Elevado a município, Tefé em meados do século XIX chega a ter uma área de 500.000 km². Posteriormente, ocorreram vários desmembramentos, dando origem a vários municípios, entre os quais em 1891, o de Fonte Boa. Em 1928, este município toma-se sede de Comarca. Em 19 de Dezembro de 1955, pela Lei Estadual n°. 96 aproximadamente metade do território do município de Fonte Boa é desmembrado, passando a constituir um novo município, chamado de Jutaí, cuja instalação se dá em 11 de Abril de 1956.

Tem uma área territorial de 69.857 km², limitando com os municípios de Fonte Boa, Juruá, Carauari, Itamarati, Eirunepé, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá e Tonantins. Jutaí ainda conta com uma imensa área rural na qual contêm mais de 97 vilas e comunidades rurais, das quais as mais importantes são: Copatana, Acapurí, Copessú, Porto Antunes, Pinheiro, Piranha, Marauá, Vila Efrain e lçapó. Possui clima tropical chuvoso e temperatura média anual de 26,9°C, tendo uma altitude de 70 m acima do nível do mar.

Setor primário: Mesmo não apresentando grandes índices de produção, o município temm destaque na produção de mandioca, seguindo-se o abacaxi, cana-de-açúcar, melancia, milho, açaí e em grande expansão, a pupunha. É importante ressaltar a produção e criação do pescado. Pelo menos dois criadores de peixe tem intensificado a pesca quer na criação e na compra para exportação do pescado, principalmente o tambaqui e peixe liso. Com relação à pecuária é pequena a criação de bovinos, mas, já em processo de sustentação para a população local. Outras criações existem apenas para o consumo doméstico, o extrativismo vegetal muito praticado até os últimos anos indiscriminadamente vem aos poucos sendo legalizado, mas de forma muito delicada, o que facilita a exploração de madeira de lei.

Setores secundário e terciário: O município dispõe de pelo menos seis serrarias de pequeno e médio porte e de duas marcenarias para o beneficiamento da madeira. No setor terciário, a sede do município conta com cerca de 15 estabelecimentos comerciais de médio porte e de 70 estabelecimentos de pequeno porte, 02 correspondentes bancário (Bradesco - Banco Postal) e Caixa Econômica 04 hotéis e algumas pensões, além de restaurantes e lanchonetes.

Desde 2003 pequenos grupos mobilizaram-se para a realização do Carnaval Jutaiense com apresentação de dois blocos carnavalescos que são Unidos do Centro E Mocidade Indeprendente do Tigrão que até hoje disputam títulos. Também é tradição a comemoração os festejos ao padroeiro do município, São José Operário.