Manaus - AM
Manaus - AM

Capital   Manaus - AM
Área (km²) 1.570.745,680                                                            
Número de municípios                                         62
População estimada em 2010                             3.480.937

 

 
 
Novo Airão 1 - AM Novo Airão 2 - AM Novo Airão 3 - AM Novo Airão 4 - AM

Novo Airão - AM

Novo Airão - AM Amazonas - AM
População 14 780
Novo Airão é um município brasileiro do estado do Amazonas. Pertencente à Mesorregião do Norte Amazonense e Microrregião de Rio Negro, localiza-se a oeste de Manaus, capital do estado, distando desta cerca de 115 quilômetros. Ocupa uma área de 37 771 246 km² e sua população, contada pelo IBGE em 2010, era de 14 780 habitantes, sendo assim o quadragésimo nono município mais populoso do estado do Amazonas e o menos populoso de sua microrregião. Juntamente com outros sete municípios, integra a Região Metropolitana de Manaus, a maior região metropolitana brasileira em área territorial e a mais populosa da Região Norte do Brasil. Sua área representa 2.4047 % da área do estado do Amazonas, 0.9802 % da Região Norte e 0.4446 % de todo o território brasileiro.

A história de Manacapuru está fortemente ligada a Velho Airão, uma cidade fantasma da qual parte de seus colonizadores são originários. É conhecida por suas praias fluviais de areias brancas e pela fabricação de barcos. Destaca-se pela beleza da cidade e riqueza natural. Debruçado à margem do rio Negro, um dos mais ricos e importantes ecossistemas da Amazônia.

Novo Airão está localizado à margem direita do Rio Negro, a uma distância de Manaus de 115 km em linha reta e 143 por via fluvial. Limita-se com os municípios de Presidente Figueiredo, Manaus, Iranduba, Manacapuru, Caapiranga, Codajás, Barcelos (Amazonas) e com o estado de Roraima.

Dentro do município de Novo Airão se encontra a Estação Ecológica de Anavilhanas, um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo, com cerca de 400 ilhas, centenas de lagos, rios e igarapés - todos ricos em espécies de vegetais e animais. O local é o paraíso dos biólogos e ecologistas para desenvolvimento deprojetos de pesquisas para melhoramento do arquipélago. A água é o recurso natural mais importante da Amazônia e a força que ela tem é tanta -principalmente em Anavilhanas - que o local merece ser visitado durante a cheia, de novembro a abril, e na seca, de maio a outubro. Na época da cheia, pouco mais da metade das ilhas ficam submersas. Neste período os animais se concentram em terra firme, nas regiões mais altas. Já no mês de maio, o panorama começa a mudar e a presença de animais de grande porte, como onça pintada, anta e veado se torna mais frequente. Existem duas maneiras para conhecer de perto as maravilhas da fauna da região: avião, sobrevoando as montanhas e rios e vendo de cima as belezas naturais, ou então via barco, pelas águas do Rio Negro, tendo um contato mais próximo com os animas.

O município tem muitas atrações turísticas e a principal é o contato com os botos-cor-de-rosa diretamente na praia da cidade. É um dos poucos municípios do mundo a possuir dois Parques Nacionais o do arquipélago de Anavilhanas maior arquipélago fluvial do mundo e Jaú, a maior área de conservação dentro de um único país no mundo, além de outras unidades de conservação estaduais e duas terras indígenas, ambas dos Waymiri Atroaris. Possui também um serpentário e muitas outras atrações naturais, tais como as grutas de Madadá, igarpé do mato grosso e orquidários naturais. A antiga sede do município é outro atrativo, Airão Velho, uma cidade fantasma encravada na selva e rodeada de outros vestígios humanos ainda mais antigos.

Para se chegar a Novo Airão deve-se cruzar o rio Negro em Manaus, seguir pela AM 070 até o km 80, depois tomar a AM 352 até o seu fim(98Km) em Novo Airão. O tempo médio de viagem após a travessia é de duas horas.

As populações mais tradicionais ainda utilizam o recreio, barco regional amazônico utilizado para transporte coletivo. Mas algumas pessoas já descobriram o caminho pelo rio Negro e muitos iates frequentam a cidade numa viagem que pode levar entre 5 e 7 horas. As lanchas levam entre 1.50h a 2.30h desde Manaus.

O artesanato de Novo Airão é considerado de ótima qualidade. Os artesãos produzem suas peças (tapetes, cestos, peneiras e luminárias, entre outros) em fibras vegetais como a arumã, cipó, ambé, tucumã, piaçava e cipó titica. Os objetos podem ser encontrados na sede da associação ou em lojas espalhadas pelo município. Objetos esculpidos em madeira, como pequenos animais e chaveiros, também são destaques no comércio local.

Há três centros de artesanatos, um especializado em madeira, um especializado em palha e uma loja de material indígena. Todos receberam prêmios nacionais e internacionais pela qualidade de seus materiais e pela gestão de suas instituições.