Macapá - AP
Macapá - AP

Capital             Macapá - AP                           
Área (km²) 142 814,585
Número de municípios 16
População estimada em 2010 668 689

 

 
Santana 1 - AP Santana 2 - AP Santana 3 - AP Santana 4 - AP

Santana - AP

Santana - AP Amapá - AP
População 101 203
Santana é um município no sudeste do estado brasileiro do Amapá.

Segundo município mais populoso do Amapá, Santana tem uma conurbação com o município de Macapá, a capital do estado, formando a Região Metropolitana de Macapá. As duas totalizam 499.116 habitantes em 2010.

A história do município de Santana em muitos aspectos aproxima-se do que ocorrera com o município de Macapá, no sentido de que, quando o governador do Estado do Grão-Pará e Maranhão (capitão-general Mendonça Furtado) fundou a vila de São José de Macapá no dia 4 de fevereiro de 1758. Prosseguiu viagem para a capitania de São José do rio Negro e deparou-se com a ilha de Santana, situada à margem esquerda do rio Amazonas, elevando-a à categoria de povoado.

Os primeiros habitantes eram moradores de origem europeia, principalmente portugueses, mestiços vindos do Pará e índios da nação tucujus. Estes últimos vindos de aldeamentos originários do rio Negro, chefiados por Francisco Portilho de Melo, que fugiam das autoridades fiscais paraenses, em decorrência de estarem atuando no comércio clandestino.

Santana foi elevado à categoria de município através do Decreto-lei nº 7369 de 17 de dezembro de 1987. Foi nomeado como prefeito interino Heitor de Azevedo Picanço em 15 de novembro de 1988. Neste mesmo ano foi realizada a primeira eleição direta, onde foi eleito prefeito de Santana Rosemiro Rocha Freires, primeiro prefeito eleito do município.

Vegetação

No município são cinco as vegetações predominantes: cerrado, floresta tropical densa, área alagada, floresta de várzea e tensão ecológica.

Hidrografia

Há no município vários rios e igarapés. Os mais importantes são o rio Amazonas, rio Matapi, rio Maruanum, rio Tributário, rio Piassacá, rio Vila Nova, Igarapé do Lago e Igarapé Fortaleza.

Clima

Tropical chuvoso e sua temperatura média de 23°C.

No setor primário predominam a criação de gados bovino, bubalino e suíno, a atividade pesqueira e a extração da madeira, além da venda de produtos tipicamente nortistas (madeira e açaí, que contribuem também para o desenvolvimento econômico de Santana);

No setor secundário, Santana mantém sob o seu domínio o Distrito Industrial de Santana, cujo parque sofre constante ampliação. Entretanto, funcionam as empresas Flórida e Equador, e também as empresas Reama (que industrializa a coca-cola no Estado) e Amcel(responsável pela plantação de pinus e eucalipto), dentre outras.

No setor terciário: comércio (Área de Livre Comércio de Macapá e Santana - ALCMS) e serviços contribuem economicamente. Os funcionários do serviço público são os que recebem as maiores remunerações, movimentando o comércio.

Atrações turísticas

Como atração turística, o porto de embarque e desembarque de produtos importados e cavacos de pinho, o porto flutuante de embarque do manganês pelotizado; a ilha de Santana, que fica do outro lado da cidade e que tem, inclusive, o balneário "Recanto da Aldeia", são bastante frequentados aos finais de semana, etc.

O evento de maior expressividade é a festa de Santa Ana, que ocorre no mês de julho, precisamente no dia 27, além do período junino (Santana na Roça), que são muito animados. É também festejado o Divino Espírito Santo em janeiro (02/01) e realizados em junho (dia 29) os festejos em louvor à Mãe de Deus.