Macapá - AP
Macapá - AP

Capital             Macapá - AP                           
Área (km²) 142 814,585
Número de municípios 16
População estimada em 2010 668 689

 

 
Laranjal do Jari 1 - AP Laranjal do Jari 2 - AP Laranjal do Jari 3 - AP Laranjal do Jari 4 - AP

Laranjal do Jari - AP

Laranjal do Jari - AP Amapá - AP             
População 39 805
Laranjal do Jari é um município no sul do Estado do Amapá. A população estimada em 2009 era de 40.357 habitantes e a área é de 29.699 km², o que resulta numa densidade demográfica de cerca de 1,21 hab/km².

Seus limites são Vitória do Jari e Mazagão a norte, Gurupá (PA) a leste e Almeirim (PA) a sul e oeste.

A região que hoje corresponde ao Vale do Jari foi habitada, primeiramente por indígenas waianos e apalais e, mais tarde por nordestinos que vieram trabalhar na extração da borracha. Dentre essa leva de nordestinos destacou-se um cearense chamado coronel José Júlio de Andrade que teve poder de vida e morte na região; pois, aos 35 anos de idade se consolidou como o maior latifundiário do mundo, adquirindo cerca de 3,5 milhões de hectares de terras por meios lícitos e, principalmente ilícitos através de expropriação e da sua condição de deputado estadual e senador pelo Estado do Pará, sendo combatido pela revolta tenentista que o obrigou a vender sua empresa Jari para um grupo empresários portugueses, em 1948 sendo vendida mais tarde para o milionário norte americano Daniel Ludwig.

Suas origens remontam à época de colonização do rio Jari, recebendo ainda influências mais recentes da implantação do Projeto Jari Florestal, em 1967 idealizado pelo milionário norte americano Daniel Keith Ludwig, que pretendia substituir a floresta nativa por uma plantação homogênea de uma planta denominada gmelina arborea para a fabricação de celulose, matéria-prima do papel, também pretendia torna-se o maior produtor mundial de carne bovina, suína e arroz. Infelizmente o município de Laranjal do Jari representou e representa um imenso contraste entre a planejada e estruturada cidade de Monte Dourado, construída seguindo o modelo de classe média norte americano de habitação e Laranjal do Jari, constituída à margem esquerda do Rio Jari (Rio da Castanha) sobre palafitas.

O município foi criado em 17 de dezembro de 1987. Sua população tem crescido muito nos últimos anos e recentemente,o município passou a integrar cerca de 90% de sua extensão territorial dentro da área de proteção ambiental (APA), onde se encontra o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque.

O Município de Laranjal do Jari foi criado em 17 de dezembro de 1987, tendo suas origens ligadas a episódios da história de colonização do rio Jari e, mais recentemente, às influências socioeconômicas decorrentes da implantação e funcionamento do Projeto Jari Florestal. Devido a isso, o município ainda hoje convive com situações contraditórias, ora se defrontando com a busca de nova identidade produtiva, ora com soluções de problemáticas estigmatizadas, traduzidas pelas precárias condições de vida das palafitas. 

Cachoeira de Santo Antônio
Com 28 metros de altura, essa cachoeira se constitui num dos belos monumentos naturais da Amazônia e, definitivamente, do Estado do Amapá.
Parte da Reserva Extrativista do Rio Cajari